Home Futebol Milton Neves reprova contratação de novo técnico do SPFC: “Muito arriscado”

Milton Neves reprova contratação de novo técnico do SPFC: “Muito arriscado”

Tricolor encaminhou acerto com o técnico argentino Luis Zubeldía, ex-Lanús e LDU, após demitir Thiago Carpini

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Luis Zubeldía, LDU

Zubeldía com a taça da Sul-Americana que conquistou pela LDU (Divulgação / Conmebol)

O técnico Luis Zubeldía será o treinador do São Paulo, segundo informações de Mônica Bergamo, da Folha, e de André Hernan, do UOL. O argentino esteve na LDU em 2023 e foi campeão equatoriano e da Copa Sul-Americana, eliminando o próprio Tricolor paulista. Porém, mesmo com o currículo, Milton Neves não aprovou o acerto.

PUBLICIDADE

Para o apresentador, em sua coluna do UOL Esporte, não há certeza de que a tentativa pelo estrangeiro dará certo.

“O eleito foi o argentino Luis Zubeldía, de 43 anos, que venceu a última Copa Sul-Americana com a LDU. Bem, e sinto que seja difícil de dizer que o Tricolor tenha feito tal escolha com alguma certeza de que dará certo (…) Apesar de que certeza no futebol não existe.”

PUBLICIDADE

Milton Neves classificou a contratação de Zubeldía pelo São Paulo como “arriscada”, mas lembrou que Abel Ferreira também era uma aposta antes de chegar ao Palmeiras.

“Mas, na minha opinião, uma aposta como esta, nesta altura da temporada, é muito, mas MUITO arriscada mesmo! Claro que pode dar certo, como o outrora desacreditado Abel Ferreira deu no Palmeiras”, deixou claro Milton Neves, que seguiu.

“Mas tal aposta, com a temporada já pegando fogo, não me pareceu a melhor escolha. Eu teria optado por nomes mais cascudos, com moral para recolocar o bom time deixado por Dorival Júnior nos eixos.”

Zubeldía treinou vários clubes da América Latina

O técnico de 43 anos foi jogador do Lanús, mas teve uma carreira curta. Em 2011, aos 31 anos, assumiu o comando do mesmo clube e iniciou a carreira de treinador. Passou pelo Barcelona-EQU e pelo Racing-ARG, fazendo sua estreia na LDU em 2014.

PUBLICIDADE

Ele deixou o clube em 2015 para comandar o mexicano Santos Laguna. Depois foi para o comando do Independiente Medellín, na Colômbia, em 2017. Em 2018 teve experiência europeia ao comandar o Alavés, da Espanha.

Retornou à América do Sul como técnico do Cerro Porteño, do Paraguai, e voltou ao Lanús em 2019. Deixou o clube em 2022 para treinar a LDU pela segunda vez na carreira. Conquistou dois campeonatos equatorianos pela LDU e levou o time a eliminar o SPFC e derrotar o Fortaleza na final para conquistar a Copa Sul-Americana de 2023.