Home Futebol Roger Flores indica “ameaça” aos favoritos do Brasileirão Série A: “Difícil de bater”

Roger Flores indica “ameaça” aos favoritos do Brasileirão Série A: “Difícil de bater”

Comentarista apontou equipe que tem grandes chances de embalar na sequência da competição

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Roger Flores.

Roger Flores, comentarista do SporTV (Reprodução)

Após um período turbulento, o Botafogo vem se acertando sob o comando de Artur Jorge. Por conta dos bons jogos feitos pelo Glorioso, Roger Flores projeta que o time alvinegro tem potencial de bater de frente com os favoritos no Brasileirão. Porém, para o cenário virar realidade, existe a necessidade de um ajuste defensivo.

PUBLICIDADE

Como o atual esquema do Botafogo é bastante ofensivo, Roger Flores destacou que, em alguns momentos, a defesa fica exposta. No entanto, ao considerar que o problema tem solução, o ex-jogador enxerga que o Botafogo deve se tornar um oponente complicado.

“Ainda é um time que faltam alguns ajustes. Como o Artur (Jorge) abraçou essa ideia de quatro atacantes e dois volantes, ainda tem gap (lacuna) de recomposição que demora e deixa o time, às vezes, em situações desconfortáveis.”, disse Roger Flores, no Seleção SporTV.

PUBLICIDADE

“Tá evoluindo. Quando o Botafogo encaixar realmente, vai ser difícil de bater.”, completou.

Em relação ao clássico entre Flamengo x Botafogo, Roger Flores vê um equilíbrio. Diante disso, o comentarista não quis cravar um favoritismo, já que o duelo promete ser bastante acirrado.

“O Flamengo não está se apresentando bem e o Botafogo está evoluindo […] Não (tem favorito).”, bancou.

Eric Faria cogita empate em Flamengo x Botafogo

Na visão de Eric Faria, Flamengo e Botafogo podem protagonizar um empate na quarta rodada do Brasileirão. Mesmo assim, o jornalista acredita que o Rubro-Negro detém um leve favoritismo diante do rival.

PUBLICIDADE

“Esse jogo tem uma cara de empate danada. Eu daria um pouquinho para o Flamengo (o favoritismo) pelo jogo ter mais torcida no Maracanã… 52% a 48%.”, opinou.