Home Futebol Jorginho deixa Cafu em segundo plano ao eleger melhor lateral-direito da história

Jorginho deixa Cafu em segundo plano ao eleger melhor lateral-direito da história

Ex-jogador exaltou destaque da posição que, além do capitão do penta, foi colocado acima de Carlos Alberto Torres

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Jorginho.

Jorginho, ex-jogador da seleção brasileira (Reprodução)

Apesar da carreira relevante no Brasil, Jorginho enxerga que está longe do melhor lateral-direito de todos os tempos. Valorizando o período em que atuou com Leandro, o tetracampeão do mundo considera que o ídolo do Flamengo é o principal nome da posição na história do futebol mundial, ficando acima de Cafu e Carlos Alberto Torres.

PUBLICIDADE

Ocupando um status importante no Flamengo, Leandro teve uma atitude cordial envolvendo Jorginho. No momento em que uma substituição precisou ocorrer na zaga, o dono da posição sugeriu mudar de função para manter o companheiro entre os titulares.

“Eu fui para o Flamengo para jogar de lateral-esquerdo porque o titular era o Leandro no lado direito e o Adalberto no lado esquerdo […] No primeiro jogo do Carioca, o Mozer machucou. Não tinha nenhum outro zagueiro. Ele falou: ‘Deixa que eu vou para a zaga, que o Jorginho tá muito bem’. Nunca fiquei no banco do Flamengo, graças a esse cara que falou para eu jogar.”, disse Jorginho, ao canal Mundo GV.

PUBLICIDADE

“Na realidade, esse é o melhor lateral-direito de todos os tempos. Carlos Alberto jogou pra caraca, o Cafu foi multicampeão, mas igual ao Leandro…”, completou.

Seguindo com o discurso, Leandro destacou o nível técnico extraordinário de Leandro. Por conta da classe vista em campo, houve uma sinalização de que o ex-lateral do Flamengo tinha o mesmo talento de Zico, mas atuando na defesa.

“Ele é um Zico de lateral-direito e zagueiro. É aquele cara extraordinário. A bola vinha e ele com uma tranquilidade com a direita, esquerda, saia driblando, matava no peito…”, exaltou.

Jorginho escolhe entre Romário e Renato Gaúcho

Em outro ponto do bate-papo, Jorginho não teve dúvidas ao escolher entre Romário e Renato Gaúcho. Embora tenha sido desbancado, o atual técnico do Grêmio ganhou elogios pelo desempenho no Flamengo.

PUBLICIDADE

“Os dois são feras, mas é o Baixinho com certeza pela Copa do Mundo e foi campeão pra caraca. Mas o Renato jogou muito com a gente. Ele arrebentou em 87. Eu passava todas e não recebia uma (risos).”, contou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial