NFL: Principais destaques da rodada de Wild Card

Primeira rodada dos playoffs da NFL tem domínio dos visitantes, sendo Houston Texas a única equipe a vender em seus domínios 

Felipe Zamboni
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Twitter Oficial do Tennessee Titans

A primeira semana dos playoffs da NFL se encerrou com grandes partidas, dignas de pós-temporada. Duas prorrogações e as derrotas do New England Patriots e New Orleans Saints surpreenderam todos os fãs da bola oval. A seguir, veja os jogadores que foram decisivos para suas equipes e que se sobressaíram perante ao demais. 

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Kirk Cousins (QB) – Minnesota Vikings

Sumido em boa parte do jogo, Cousins finalmente apareceu nos momentos cruciais da partida, superou todas as desconfianças e conquistou uma belíssima vitória, a primeira dele em playoffs. 

O jogo era mágico. O reencontro de Vikings e Saints depois do “Milagre de Minneapolis”. Dress Brees, Michael Thomas e Dalvin Cook eram as apostas de todos. Um deles iria desequilibrar a partida. Entretanto, o jogo foi das defesas, e quando alguém do setor ofensivo apareceu para decidir a partida, não foi nenhum desses três. 

Com 242 jardas, um passe de 43 jardas na prorrogação e um TD no último lance da partida, Cousins calou os críticos e liderou os Vikings para a primeira vitória na prorrogação em playoffs da história do time. 

Deshaun Watson (QB) – Houston Texas

Com um começo péssimo de Houston, a equipe texana foi para os vestiários no intervalo da partida perdendo do Buffalo Bills por 13 a 0 em casa. As condições pareciam desfavoráveis para uma reviravolta, mas Watson tratou de mudar a história da partida. Com 247 jardas lançadas, 80% de aproveitamento nos passes, 55 jardas terrestres e 2 touchdowns, Watson mudou a partida para os Texas. Na prorrogação, Watson fez uma jogada mágica, que acabou com a partida. O quarterback se livrou de dois defensores e lançou para Taiwan Jones, que avançou até a linha de 10 jardas do campo dos Bills, o que permitiu Ka’imi Fairbairn chutar o field goal da vitória. 

Russell Wilson (QB) – Seattle Seahawks

O que se espera de um quarterback de elite nessa fase do campeonato? Que ele apareça, decida e acabe com o jogo, certo? Pois bem, contra os Eagles, na Philadelphia, Russell Wilson apareceu, decidiu e destruiu a partida. Foram 325 jardas lançadas, 45 jardas terrestres e um touchdown para o QB de Seattle. Faltando um minuto e 47 segundos para o término da partida, Wilson lançou uma Big Play para D.K. Metcalf, que avançou 36 jardas e acabou com as últimas esperanças dos Eagles. Com a progressão, Wilson só precisou ajoelhar para gastar o cronômetro e conquistar mais uma vitória em pós-temporada.

Derrick Henry (RB) – Tennessee Titans

Se existia alguma chance dos Titans saírem de Foxborough com uma vitória, isso iria depender, especialmente, de Derrick Henry. Melhor running back da temporada, Henry não tomou conhecimento da maior defesa da NFL na temporada e destruiu a partida. Com 182 jardas terrestres, 22 jardas aéreas e um touchdown, o corredor de Tennessee amassou as trincheiras dos Patriots. Henry, correndo e recebendo passe, foi responsável por 75% das jardas dos Titans na partida! Um verdadeiro absurdo. 

Conquistando território e controlando o relógio, o camisa 22 de Tennessee comandou a partida, despachou os Patriots em New England e foi o grande nome da rodada de Wild Card. 

 

Há de se destacar também as atuações de Tyson Hill (Saints) e Josh Allen (Bills), que fizeram grandes partidas.

LEIA MAIS

Dono dos Patriots revela desejo para Tom Brady: “Que ele continue aqui ou aposente”

Deshaun Watson calmo e ‘frio’: quarterback é exaltado após vitória contra os Bills