Novo ídolo? Cantillo comanda Corinthians na vitória contra o Santos

Cantillo fez seu primeiro jogo oficial como titular e foi o destaque no clássico realizado na Arena Corinthians

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Pelo visto o Corinthians terá em breve mais um colombiano entrando na sua galeria de ídolos. Em seu segundo jogo oficial (1º como titular), Victor Cantillo teve uma atuação digna dos muitos aplausos que recebeu de quando seu nome foi anunciado na escalação titular do Timão. O volante foi o melhor em campo na vitória contra o Santos pelo placar de 2 a 0.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Aplausos aos novos contratados do Corinthians

A Fiel compareceu em grande peso (mais de 40 mil pessoas) na Arena Corinthians e viu o time fazer uma grande partida.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Antes do jogo começar a torcida reagiu com muitos aplausos ao escutar os nomes de Cássio, Fagner, Gil e Boselli. Luan também foi muito aplaudido, igual ao que aconteceu na partida contra o Botafogo-SP, mas o grande destaque foi para Cantillo. Em seu primeiro jogo como titular o colombiano recebeu todo o carinho da torcida e foi quem recebeu mais aplausos da Fiel.

Victor Cantillo – primeiro grande acerto de Tiago Nunes

Na lista de reforços o colombiano era um dos principais nomes pedidos pelo treinador do Corinthians. E no seu primeiro clássico o volante justificou a indicação. Cantillo parecia jogar há anos no time. A cada toque preciso ou virada de jogo do jogador a torcida reagia positivamente. Aplausos e reações de surpresa, de torcedores que viam em campo um tipo de atleta diferenciado, que há tempos não ocupava o meio de campo do Timão. Jogador deixando uma ótima impressão em suas primeiras partidas.

Regra cumprida na expulsão de Janderson

O Corinthians teve dois gols ‘relâmpagos’ no clássico. Everaldo abriu o placar com um minuto de jogo. Logo no começo do segundo tempo Janderson, um dos melhores no primeiro tempo, teve calma para aproveitar o passe de Boselli e ampliar o placar.

Emocionado, o jogador foi até a arquibancada comemorar o gol nos braços da Fiel. Mas o juiz cumpriu a regra e Janderson, que já tinha levado cartão amarelo no primeiro tempo, levou o segundo e foi expulso, deixando o time com um jogador a menos. A torcida revoltada xingou muito o juiz, entendendo que ele poderia ter relevado a comemoração do atacante.

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Torcida ainda não se acostumou a esse “novo Corinthians”

Algo que fica claro ao escutar os comentários da torcida é que a Fiel ainda não está adaptada ao estilo de jogo de Tiago Nunes. O lado positivo aparece  quando os torcedores percebem que o time hoje busca muito mais o ataque. Antes de abrir o placar, o time já tinha criado chance para abrir o placar e poderia ter feito mais gols no 1º tempo.

O gol de Janderson logo no começo do 2º tempo deixou o time ainda mais tranquilo em campo. Mas a expulsão do jovem atacante obrigou o time a mudar sua postura. E alguns torcedores reclamaram de como o time passou a jogar.

O Corinthians começou a tocar mais a bola, procurando manter a posse de bola. Não foram poucos os lances onde a bola voltava para o setor de defesa, com Cássio e os zagueiros trabalhavam. Talvez com receio do time das últimas temporadas que fazia um gol e se fechava em busca do resultado, parte da Fiel cobrava que o time fosse para frente, buscasse o ataque.

Ao contrário do que aconteceu na estreia contra o Botafogo-SP, no clássico foi possível ver que as reclamações diminuíram, mas ainda se fazem presentes.

Fica a expectativa de como será a reação da torcida no próximo jogo do Paulistão. O time vai até o Paraguai encarar o Guaraní e  domingo que vem (09), volta a jogar na Arena, contra a Inter de Limeira.

LEIA MAIS

Expulso após comemorar gol a torcida, Janderson diz que esqueceu de cartão: “Não tem o que reclamar, eu estou errado”

Boselli comemora assistência e brinca com Janderson por expulsão no clássico: “Vou matar ele no vestiário”

Corinthians bate Santos com gols “relâmpagos” e se reabilita no Paulistão