Dudamel vê pontos positivos em Unión x Atlético-MG: “Irá nos ferir no orgulho e nos fará despertar”

Após 3×0 sofrido na Argentina, Rafael Dudamel afirmou que “irá nos ferir no orgulho”; jogo de volta acontecerá no dia 20 de fevereiro

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Rede Globo/Reprodução

Rafael Dudamel, técnico do Atlético-MG, falou em entrevista coletiva após a derrota para o Unión. O jogo, válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana 2020, foi realizado na última quinta-feira (06), no estádio 15 de Abril. Aos jornalistas, o treinador pouco falou do jogo. O espírito da equipe e, também, a pressão foram temas recorrentes.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Dudamel viu pontos positivos por uma derrota tão pesada. “Estou seguro que isso (derrota) irá nos ferir no orgulho e nos fará despertar para que a qualidade individual e coletiva se transforme em mais caráter e ambição. A gente deve seguir fortalecendo nossa equipe com mais caráter, caráter de equipe ganhadora. Sei onde estou e sei do trabalho que tenho adiante. Não será fácil a volta, mas não nos daremos por vencidos”, declarou o venezuelano.

A pressão que o Atlético-MG impõe a qualquer treinador também foi tema da entrevista coletiva. “No Brasil, na Argentina, em todas as partes do mundo, os resultados são os inimigos do treinador. Isso é normal. Tenho cinco partidas no Atlético, duas vitórias, dois empates e uma dura derrota na primeira saída internacional. Mas minhas convicções não me permitem trabalhar diante da sombra da inseguridade. Sei onde estou, sei dos jogadores que eu tenho, mas é preciso que haja consciência de todos”, finalizou Dudamel.

Mais sobre o treinador

Ele foi recepcionado com festa no aeroporto de Confins pelos torcedores do Atlético-MG.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS
Ônibus do Cruzeiro é atacado antes do clássico contra o Atlético-MG no trajeto até o Independência
Botafogo e Atlético-MG homenageiam Beth Carvalho, a Madrinha do Samba
Ricardo Oliveira é muito criticado após atuação em Atlético-MG x Nacional: “Tá na hora de parar’