Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ederson chega a São Paulo para assinar com o Corinthians: “falta pouca coisa”

Volante de 20 anos deve ser mais um reforço do Timão para 2020

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Bruno Haddad/Cruzeiro

O volante Ederson, que deixou o Cruzeiro em janeiro, chegou a São Paulo para assinar com o Corinthians nesta quarta-feira (19) e disse ao Globoesporte.com que “falta pouca coisa” para fechar com o clube paulista.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O jogador chega para ser mais uma peça importante para o meio-campo formado por Tiago Nunes, que deseja ter opções mais leves para o setor. Ederson foi um dos poucos que passou o último ano sem críticas da torcida do Cruzeiro.

“Passei a acompanhar o Corinthians desde que teve a possibilidade de vir para cá. Falta pouca coisa. Vim para resolver tudo”, disse o novo volante do Corinthians, que admitiu que tem acompanhado a equipe.

“Assisti alguns jogos. Vi algumas coisas que minhas características podem ajudar o clube. Já começo assim, pensando em tudo, onde poderia me encaixar, onde posso me encaixar. Acompanhei de perto e espero que dê tudo certo para que eu possa ajudar.”

Ederson ainda revelou que tem acompanhado Tiago Nunes desde que o treinador iniciou seu trabalho no Athletico Paranaense, onde foi campeão da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil.

“Acompanhei muito no último ano, no Athletico-PR. Gosta de jogar, de estar com a bola. Muito inteligente. Conseguiu conquistar o título da Copa do Brasil e formou a equipe praticamente. Estava desde o início. Conheço pela televisão, pelas informações que chegam. Parece ser um cara muito inteligente.”

Leia mais:
Juca Kfouri detona titularidade de Lucas Lima no Palmeiras e questiona Luxemburgo: “vou bater palmas por que ele corrigiu o time dele?”

Corinthians presta homenagem em aniversário de 66 anos de Sócrates: “sempre vivo em nossos corações”

5 confusões generalizadas em campo provocadas por jogadores