Empresários fazem protesto contra mudanças da Fifa

Empresários se reúnem em Zurique, na Suíça, para protestar contra mudanças impostas pela FIFA na relação entre agentes e clubes

Gabriel Dias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução - Juventus

O estádio do Zurique, na Suíça, deverá receber nesta quinta-feira, 13, cerca de 120 empresários que deverão discutir a possibilidade de apresentar uma queixa contra a FIFA na justiça europeia.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A decisão é em protesto as mudanças impostas pela federação para a próxima janela de transferência, que alteram as relações entre empresários e clubes que, segundo a FIFA, objetivam dar mais transparência ao mercado.

De acordo com o presidente da Associação de Agentes de Futebol, Mike Miller, o plano da FIFA deverá retirar mais da metade dos empresários do mercado.

“A FIFA tomou decisões que vão retirar do mercado mais de metade dos agentes e nem sequer chamou nenhum representante dos empresários para essa discussão”, afirmou Miller.

As mudanças da FIFA impendem, por exemplo, que o mesmo empresário represente dois ou mais envolvidos no mesmo negócio, prática considerada hoje a maior fonte de receita dos empresários. Em resumo, hoje o mesmo agente pode representar o clube vendedor, o comprador e o atleta.

O exemplo mais claro dessa prática foi recentemente protagonizado pelo empresário Mino Raiola, que representava Juventus, Manchester United e Pogba, lucrando cerca de 48 milhões dos 102 milhões na transferência do atleta para o time inglês.

Segundo um estudo realizado pela FIFA, atualmente os clubes desembolsam cerca de pagaram 2,56 mil milhões de euros apenas no pagamento de comissões para empresários.

Leia mais:

Mino Raiola critica mecanismo de transferências da FIFA: “É uma forma de tráfico humano”

Manchester United se irrita e pensa em veto e “boicote” a Mino Raiola, empresário de Pogba