Amor pela capital alemã e ser fã de ex-atleta motivaram ida de Matheus Cunha ao Hertha Berlin: “Gosto muito do Marcelinho Paraíba”

Em entrevista ao site oficial do Hertha Berlin, Matheus Cunha afirmou que gosta muito da capital alemã e, também, é fã de Marcelinho Paraíba

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Hertha BSC/Reprodução

Matheus Cunha já posa com camisa do Hertha Berlin. Antes de ser oficialmente apresentado, porém, o atleta da Seleção Olímpica brasileira já concedeu entrevista ao site oficial do clube. Na conversa, ele tratou de uma série de assuntos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A entrevista começou com o brasileiro falando da tempestade Sabine, que assombrou a Europa. O evento climático chegou a cancelar o cancelamento de jogos pelo continente. Após dizer que estava tudo bem, já que estava voltando da Colômbia, onde ajudou a classificar o Brasil para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020, Matheus Cunha passou a falar do motivo pelo qual trocou o RB Leipzig pelo Hertha Berlin.

Vale lembrar: o RB Leipzig é o vice-líder da Bundesliga (Campeonato Alemão) 2019/2020, enquanto os berlinenses estão na 14ª colocação. “Troquei porque o Hertha é um clube recheado de história. As negociações que tive com o clube me causaram uma ótima impressão, gostei do projeto e concluí a transferência. Foi uma decisão fácil para mim. Além disso, eu amo a cidade de Berlin”, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Tempos depois, ele falou mais do amor que tem pela capital alemã. “No passado, eu sempre vim para Berlin quando tinha alguns dias de folga. Tem uma série de bons restaurantes e mercados brasileiros por aqui. Realmente estou feliz em estar aqui agora”, declarou. Ele também relembrou uma curiosidade que o une ainda mais à cidade. “Marquei meu primeiro gol na Bundesliga no Olympiastadion”, comentou.

Marcelinho Paraíba e posições

O clube relembrou que alguns atletas brasileiros tiveram muito sucesso jogando no Hertha Berlin. Gilberto e Alex Alves foram citados, mas um deles foi tema de Matheus Cunha. “Sei que muitos brasileiros já jogaram aqui. Eu realmente gosto muito de Marcelinho Paraíba como jogador. Nós nascemos na mesma região, e, agora, ambos jogamos no Hertha e no Coritiba. Espero que eu marque tantos gols aqui como ele”, afirmou. Depois, voltou a falar da equipe – não sem antes dizer que quer ter sua veia artilheira reconhecida. “O mais importante é termos sucesso enquanto time. O coletivo sempre vem em primeiro lugar. Mas, no final das contas, sou um atacante e quero marcar muitos gols para ajudar o clube a vencer”, afirmou.

Matheus Cunha também foi perguntado sobre em qual posição prefere jogar. E o atacante mostrou muito bom humor. “Eu não tenho uma posição favorita. Gosto de jogar onde o time precisa de mim e onde eu possa ser importante. Em alemão, creio que isso se chama “ser flexível””, disse, antes de rir.

LEIA MAIS
Especulado no Real Madrid, centroavante de time alemão dá declaração polêmica: “Outras ligas são mais adequadas para mim”
Messi defende Ernesto Valverde e critica jogadores após eliminação na Supercopa da Espanha: “Entregamos dois gols em 10 minutos”
Mercado da Bola: ex-Corinthians, Guilherme Arana é sondado pelo Benfica, afirma jornal da Espanha