Mauro Cezar ironiza pedidos de saída de Diniz e questiona qualidade de duas estrelas do São Paulo

Jornalista vê São Paulo tendo resultado que não são compatíveis com o futebol apresentado em campo

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Reprodução/ESPN

Os resultados aquém do esperado do São Paulo no início de 2020 fazem com que os pedidos por demissão do técnico Fernando Diniz voltarem com força à tona. Porém, o jornalista Mauro Cezar Pereira, em participação no podcast Posse de Bola, do UOL, discorda e ironiza já que não há opções diferentes no mercado.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

“Quem está insatisfeito com o Diniz, você tem, por exemplo, hoje no mercado o Mano Menezes, que é um técnico experiente, joga pelo empate, se for possível tenta vencer, mas joga pelo empate e tem uma paixão pelo 0 a 0 assim, que é uma coisa muito bonita. Você tem aí o Fábio Carille também, que é um técnico mais jovem, mas é um discípulo do Mano”, ironizou.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Em análise do time são-paulino, o comentarista vê evolução no futebol apresentado em comparação com o ano passado e lembra que os últimos resultados ruim – empate com Novorizontino e derrota para o Santo André – foram por questões de arbitragem.

“O São Paulo tem tido resultados que não são compatíveis com as suas atuações. O jogo da segunda-feira foi marcado por muitos erros de arbitragem, eu achei ontem (domingo) também um resultado um pouco mentiroso”, afirmou o jornalista, e questionou Pablo e Alexandre Pato.

“Tem que pensar o seguinte: tira o Diniz e põe quem? Acho que o problema do São Paulo fica muito mais nas contratações, a do Pato, inexplicável, e a do Pablo, supervalorizado, um jogador de 7 milhões de euros, que nunca jogou futebol pra valer 7 milhões de euros”, completou.

Além das críticas ao presidente Leco, Mauro vê o ex-jogador e atual diretor-executivo de futebol Raí como grande culpado pelos erros nas contratações do São Paulo.

“Passa muito pela má gestão do futebol, passa pelo Raí. O Leco, óbvio, o Leco é o chefe do Raí e está envolvido nesse balaio, mas acho que o Raí erra muito, sem contar Diego Souza, que foi dado pro Botafogo e agora já está no Grêmio; o goleiro Jean, que agora foi emprestado depois de se envolver na situação na vida pessoal terrível aí”, conclui.

SITUAÇÃO NO PAULISTÃO

Atualmente, o São Paulo soma oito pontos e é terceiro colocado no Grupo C do Campeonato Paulista 2020. O Tricolor jogará contra o Corinthians no próximo sábado (15) com torcida única no estádio do Morumbi.

LEIA MAIS
Em despedida, Hudson lamenta falta de títulos no São Paulo e diz sair de cabeça erguida
Sem reforços e com emprestados de volta! Veja como deve ficar o time base do Tricolor em 2020
Jardine critica postura de Mancini e lamenta lesão que atrapalhou Hernanes no Tricolor