Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Agora no Atlético, Rafael explica fotos apagadas com a camisa do Cruzeiro

Rafael é o oitavo reforço do Atlético para a temporada 2020

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Clube Atlético Mineiro

Horas depois de ser anunciado como reforço do Atlético, o goleiro Rafael decidiu apagar das suas redes sociais fotos que remetam ao Cruzeiro, seu ex-clube. Ao todo foram 17 anos vestindo a camisa celeste entre categorias de base e profissional. Nesta quarta-feira, quando apresentado de forma oficial pelo Galo, ele falou sobre a decisão em remover os registros.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“E eu preferi apagar as fotos não para apagar minha história, porque a história que todos nós temos nunca se apaga, mas para demonstrar que hoje estou começando uma nova história, um novo vínculo, e estou muito focado. E quero muito fazer o meu melhor para construir uma história linda e poder postar coisas muitas bonitas para agradar ao torcedor atleticano”, disse Rafael.

“A minha história no Cruzeiro jamais será apagada. Mas hoje começo um novo ciclo, inicio aqui um momento que vou construir, que vou montar, que daqui a 10, 20 anos, vou poder ter ela construída. Hoje, em dia, as redes sociais vieram para ajudar, acelerar muito as informações, mas vieram também como forma de duras críticas”, completou.

Alguma mágoa?

“Na vida a gente tem que tomar decisões, mas quando a gente faz isso de coração, de maneira correta, fazendo o melhor, de consciência tranquila, isso nos dá força para continuar tranquilo, sabe? Essa relação de mágoa (do Cruzeiro), não. Deixo grandes amigos lá, grandes pessoas que eu vou ter um carinho e uma admiração por toda a minha vida, e gratidão por terem me ajudado”, concluiu.

Pelo time celeste, Rafael conquistou dez títulos: Brasileiro (2013 e 14), Copa do Brasil (2017 e 18) e Mineiro (2008, 2009, 11, 14, 18 e 19). Ele também venceu a Copa São Paulo de futebol júnior, em 2007.

LEIA MAIS: