Capitão do Hearts, Steven Naismith corta 50% do seu salário para ajudar funcionários do clube

Clube escocês está com dificuldades financeiras, mas o capitão Steven Naismith quer ajudar

Leonardo Gontijo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Hearts

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Por conta da pandemia do coronavírus, muitos clubes estão apresentando graves dificuldades financeiras.

Um desses clubes é o Hearts da Escócia, que admite o risco de demitir funcionários por não conseguir realizar os seus devidos pagamentos, mas se depender do capitão do clube, Steven Naismith, isso não vai acontecer.

O jogador aceitou reduzir o seu salário em 50% para ajudar outros funcionários do clube.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Para ele, essa atitude é uma forma de não só ajudar aos funcionários, mas também a sobrevivência do clube.

“Acho que era o meu dever aceitar essa redução, para ajudar aquelas pessoas que estão em uma situação mais complicada. Não é culpa do clube, então eu penso que essa é uma forma de ajudar ao Hearts também”. afirmou Naismith

Naismith possui passagens por clubes mais poderosos como Rangers, Everton e Norwich.

O clube escocês hoje ocupa a última colocação do campeonato nacional com 23 pontos somados. O capitão afirma que se comprometeu com o clube e garantiu sua permanência mesmo se o clube for rebaixado.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Estou assumindo o compromisso de permanecer no Hearts, independentemente da liga em que o clube estiver. Quero continuar liderando como capitão. Considero uma honra representar o Hearts”. afirmou

Ainda não se sabe se seus companheiros tomarão a mesma decisão, mas Naismith afirmou que apoiará qualquer decisão tomada pelos atletas.

“Como capitão do Hearts, apoiarei totalmente os meus companheiros de equipe em qualquer decisão”. concluiu

Com 33 anos, Naismith tem contrato com o clube escocês até o final da temporada de 2023.

LEIA MAIS: 

Apesar do coronavírus, Wolfsburg anuncia que voltará aos treinos 

Pochettino planeja treinar o Newell’s em 10 anos, mas quer Messi no time

5 jogadores famosos no Brasil, mas que nunca jogaram na Europa