Justin Gatlin usa Brady como exemplo e diz que não irá se aposentar antes das Olimpíadas

Atleta foi medalhista de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: Reprodução - Instagram - Justin Gatlin

Apesar do adiamento das Olimpíadas de Tóquio, o americano Justin Gatlin segue confiante em disputar o evento em 2021. Referência no atletismo mundialmente, o atleta está com 38 anos e planejava uma aposentadoria logo após os jogos deste ano.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

– O objetivo é competir nas Olimpíadas de 2021. Eu acho que muita gente pensa que o tempo está contra mim ou os atletas mais velhos nessa situação e isso está longe da verdade. Eu acredito que sim que posso vencer uma medalha de ouro em 2021 – afirmou Gatlin, que levou os Estados Unidos ao pódio dos Jogos Olímpicos em cinco oportunidades.

Embora a nova data das Olimpíadas não tenha sido fixada pelo COI, Justin Gatlin certamente terá 39 anos na competição, uma vez que faz aniversário em fevereiro. Apesar da idade elevada, o atleta afirma que inspira no experiente Tom Brady para seguir competindo em alto nível.

– Não tem uma grande diferença ter 38 ou 39. Mas, como sempre digo, não estou correndo até chegar os 40. Eu era muito duro comigo em não correr até os 40, agora eu parece que estou chegando aos 40 e vou continuar correndo. Aposentar depois dos Jogos em 2021 é uma possibilidade. Mas, toda essa notícia sobre Tom Brady tem me dado muita esperança em dizer: “É, sabe, talvez o Justin Gatlin de 40 anos nas pistas não vai ser uma loucura” – disse.

LEIA MAIS: