Moto Club divulga nota de repúdio por agressão de torcedores do clube contra torcedoras do Sampaio Corrêa

Durante o Superclássico, torcedores do Moto Club jogara objetos em direção a mulheres que estavam com camisas do Sampaio Corrêa

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter/Reprodução

O Superclássico do Maranhão teve um triste episódio no último domingo (08). Em pleno Dia Internacional da Mulher, torcedores do Moto Club agrediram torcedoras do Sampaio Corrêa. Natanael Jr., presidente do Papão do Norte, divulgou nota oficial repudiando os atos da própria torcida.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Confira abaixo a nota:

“O Moto Club de São Luís repudia veementemente agressões a torcedoras por parte de integrantes da torcida rival, que no intervalo do clássico de sábado (7), se uniram em uma ação alusiva ao Dia Internacional da Mulher (8 de março), alertando para a necessidade de superação do machismo em um de seus ambientes mais fecundos: os estádios de futebol.

É necessário e urgente superar o machismo, bem como qualquer forma de violência e opressão, a fim de alcançarmos a tão almejada paz em campo e fora dele. Que a rivalidade impere tão somente na disputa em campo, durante o tempo de jogo. Basta de violência!”

Sobre confusão

A Marambaia, escola de samba de São Luís, estava no gramado em um cortejo com torcedoras das duas equipes. Quando as que estavam com camisa do Sampaio Corrêa se aproximaram do espaço na arquibancada destinado aos do Moto Club, uma série de objetos foi jogado.

O Superclássico teve vitória do Moto Club. O gol na vitória por 1×0 foi marcado por Naílson.

LEIA MAIS
Com mensagem em libras, equipe feminina do Palmeiras chama torcida para treino aberto no Allianz Parque
Mercado da Bola: Ary Borges e Ottilia saem do São Paulo e se transferem para o Palmeiras
Multinacional reafirma apoio à igualdade de pagamento no futebol e pressiona dirigentes dos Estados Unidos