Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Emirados Árabes demite técnico sérvio que sequer estreou no comando da seleção

Entidade oficializou o desligamento de Jovanovic pouco mais de três meses após ter anunciado a chegada do treinador

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Divulgação - UAEFA - Associação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos

Pouco durou o trabalho do técnico sérvio Ivan Jovanovic à frente da seleção dos Emirados Árabes. Para ser mais preciso, o comandante não chegou a sequer estrear e teve sua demissão anunciada nesta segunda-feira (6). O motivo para a Associação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos (UAEFA) ter tomado tal decisão radical deve-se à pandemia do coronavírus, que abala a população mundial na atualidade.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

“A Associação de Futebol dos Emirados Árabes Unidos rescindiu o contrato de Ivan Jovanovic e sua equipe de assistentes, agradecendo-lhe por seus esforços e desejando-lhe sucesso”, diz o comunicado da entidade.

Apresentado como novo técnico no fim do ano passado, Jovanovic tinha acertado um vínculo de seis meses para comandar a seleção dos Emirados Árabes. Contudo, diante do cancelamento das próximas Datas Fifa e com o cenário de incógnita acerca das partidas das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo e Copa da Ásia de 2023, a entidade resolveu demitir o profissional sérvio.

Aos 57 anos, Jovanovic acumula bons números sob o comando do APOEL Nicósia, tendo faturado quatro títulos nacionais, e também alcançado às quartas de final da Champions League da temporada 2011/2012 com a equipe.

LEIA MAIS: