Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Maradona se mostra disposto a reduzir seu salário no Gimnasia por conta do coronavírus, diz jornal

Treinador está em isolamento social, mas contactou gestores do clube para informar decisão

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Divulgação/Facebook/Club de Gimnasia y Esgrima La Plata

Preocupado sobre como o coronavírus pode impactar a realidade do Gimnasia La Plata y Esgrima, Diego Maradona informou à diretoria do clube que está disposto a reduzir o seu salário neste período de pandemia. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (02), pelo jornal argentino “Olé”.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Segundo o periódico, o treinador se reuniu nesta manhã com os dirigentes do Gimnasia para manifestar a sua decisão. Os jogadores também tomaram conhecimento do posicionamento do ídolo da albiceleste.

Este tipo de comportamento tem sido cada vez mais comuns entre atletas renomados. Principal jogador do Barcelona, o argentino Lionel Messi anunciou na última semana que todos os jogadores do time blaugrano se comprometeram a reduzir 70% dos seus respectivos salários para evitar demissões de funcionário no clube.

Em entrevista à América TV, o atacante Carlitos Tévez, do Boca Juniors, deu uma declaração forte afirmando que os atletas poderiam abrir mão de seus salários por até uma temporada. Ele ainda se colocou à disposição para ajudar a população argentina.

Até o momento, a Argentina já contabiliza 1.333 casos positivos para o coronavírus e 34 mortes pela doença.

LEIA MAIS: