Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dono dos Falcons acredita que jogos da NFL acontecerão no outono

Para Arthur Blank os jogos irão acontecer no outono americano, mas talvez nem todas as partidas sejam com os portões abertos

Mariana Prince
escritora e jornalista formada pela PUCPR

Crédito: Divulgação/Atlanta Falcons

A pandemia do coronavírus continua deixando o mundo esportivo em dúvida do que irá acontecer no futuro. No entanto, o dono do Atlanta Falcons, Arthur Blank, afirmou em entrevista ao programa NFL Total Acess da NFL Network que acredita que os jogos irão acontecer no outono (período entre setembro e dezembro nos EUA).

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“O esporte é importante para muitas pessoas por muitas razões, não apenas economicamente mas para unir as pessoas em um senso de comunidade, senso de união e um senso de propósito em que elas possam se unir. Então eu acho que terá futebol [americano]”, afirmou na entrevista. Mas aproveitou para comentar que talvez nem todos os jogos possam ser abertos ao público.

“Se vai ter ou não torcida nos jogos, eu não tenho certeza. Eu sei que a liga preferia que sim, assim como praticamente todos os outros esportes no mundo. Ainda é um ponto de interrogação se vai ser possível providenciar um ambiente seguro para nossos torcedores, jogadores e técnicos”, lamentou Blank.

“Certamente tem que ter muito muito mais testes, na minha opinião, do que temos hoje em termos de capacidade. Temos que criar um ambiente seguro para os torcedores. Acho que tem formas de fazer isso. No momento ainda não estamos nesse ponto, mas acho que é para onde estamos indo. Se chegaremos lá para o primeiro jogo do ano, não sei, mas acho que a liga gostaria disso”, declarou.

O dono dos Falcons ainda aproveitou para falar um pouco sobre a possibilidade de alguns jogos serem sem torcida. “Acho que no caso da NFL grande parte do produto é absorvido pela televisão, pela mídia em diferentes sentidos, que mesmo que a gente jogasse sem torcida nas arquibancadas – não é a preferência, não é o que os torcedores querem, não é o que os jogadores querem, não é o que ninguém quer – mas nós poderíamos fazer isso. Acho que há tanta atenção no campo e no próprio jogo que acho que ainda seria muito aceitável e seria uma grande distração para nossos fãs”, afirmou.

O discurso de Blank caminha junto com o da NFL, que já está estudando possibilidades do que fazer caso a pandemia do coronavírus se estenda por mais tempo. O comissário Roger Goodell já havia afirmado que tem expectativas de que até o início da temporada regular haja a possibilidade de fazer testes em todas as pessoas que entrarem nos estádios. Mas também não descartou a possibilidade de reduzir a temporada e ter jogos sem torcida.

 

LEIA MAIS

NFL já tem planos caso a pandemia do coronavírus se estenda por mais tempo

NFL: 10 times que devem escolher um quarterback no Draft

NFL usará draft para arrecadar fundos para vítimas do coronavírus