10 baixinhos que mostraram que tamanho não é documento no futebol

O Torcedores.com resolveu listar 10 jogadores baixinhos que mostraram que tamanho não é tudo dentro de um campo de futebol

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Os críticos dizem que o futebol atual é extremamente físico. O biotipo ideal, deve ter força, vigor e altura. Mas alguns jogadores se destacaram, mesmo com menos de 1,70m . Sim, o futebol é um dos poucos esportes onde os baixinhos batem de frente com os mais altos, e as vezes até se sobressaem.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Pensando nisso, e aproveitando o aniversário de Madson (Um desses baixinhos que fizeram sucesso), o Torcedores.com resolveu listar 10 baixinhos de posições diferentes, que de alguma forma fizeram diferença com seu bom futebol.

10 baixinhos que mostraram que tamanho não é documento no futebol:

Romário

Nada mais justo do que começar a lista com o cara que levou o apelido de ‘baixinho’ à outro patamar. Mais de 1000 gols na carreira e uma Copa do Mundo ganha como protagonista. Tudo isso, Romário conquistou no auge de seu 1,67m de altura. E fazia bastante gol de cabeça hein!

Maradona

Mas o primeiro entre os baixinhos que chamou atenção do mundo do futebol, foi Diego Maradona. O argentino não precisou de altura, para ser ídolo em seu país e encantar o planeta com sua genialidade. Com apenas 1,65m de altura, passava como queria por qualquer marcador grandalhão.

Messi

Também vindo da Argentina, e com genialidade semelhante, temos Lionel Messi. Melhor do mundo seis vezes, o baixinho já revelou que só chegou aos 1,70m de altura devido à injeção de hormônios, pois deveria ser mais nanico ainda. Mesmo com esse tamanho, já decidiu uma Champions League com gol de cabeça. Mais precisamente em 2009 contra o Manchester United.

Canavarro

Esse aqui não é tão pequeno quanto os outros baixinhos da lista. Mas para a posição de zagueiro, 1,75m de altura é bem abaixo da média. Pois isso não foi problema para Fábio Canavarro. Mesmo não sendo gigante como seus companheiros de zaga, foi líder na Itália campeã do mundo em 2006, e no mesmo ano conseguiu ser o primeiro zagueiro a conquistar o prêmio de melhor jogador do mundo.

Insigne

Com seus infinitos 1,63m , Insigne é destaque no Napoli há quase 10 anos, e a altura nunca foi problema para o atacante italiano.

Mertens

Mas Insigne entrou na lista mesmo, para não deixar seu outro amigo baixinho sozinho. No mesmo Napoli, há sete anos, temos Mertens com 1,67m de altura, e o belga assim como Insigne faz a festa nas zagas adversárias.

Dudu

Já em solo brasileiro, temos um baixinho que está entre os melhores jogadores do país há quase cinco anos. Dudu do Palmeiras, tem 1,66m e também faz muito gol de cabeça por sua impulsão incrível. Foi essencial nas conquistas do Brasileirão em 2016 e 2018.

Fagner

Voltando ao setor defensivo, temos um baixinho ‘gigantesco’ dentro de campo. Fagner, no auge de seus 1,69m , joga muita bola mas acaba passando da conta quando quer se impor fisicamente. E até justificou isso recentemente, com a seguinte frase: “Imagina eu, com 1,69 metro, se eu for devagar, os caras me atropelam!

Madson

Aniversariante do dia, Madson foi um coadjuvante de luxo no Santos de Neymar e Ganso, e se destacou justamente por sua valentia em campo, mesmo com seus infinitos 1,58m de altura. Não à toa, foi chamado pela torcida de ‘O Foda’ por muito tempo.

Soteldo

E fechamos a lista com outro ‘baixinho’ chato do Santos. O venezuelano Yeferson Soteldo chegou ao Santos em 2019, e conquistou a todos com um carisma incrível e um futebol surpreendente. Tudo isso com seus gigantescos 1,60m de altura.

LEIA MAIS
10 zagueiros que fugiram à regra e se tornaram batedores de falta

Premier League confirma seis casos positivos de coronavírus

Champions League pode voltar em agosto e com jogo único nos mata-matas restantes