Brasil em Londres: relembre jogadores que fizeram sucesso no Arsenal

Meio-campistas brasileiros conseguiram seu destaque com a camisa dos Gunners mostrando o bom futebol e conquistando títulos durante a era Arsene Wenger

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano

O Brasil tem um lugar de destaque em toda a história do Arsenal. Apesar dos poucos jogadores do país que estiveram nos Gunners, alguns marcaram importantes momentos que ficaram na memória dos torcedores. Relembre quatro atletas brasileiros que tiveram sucesso em sua passagem no clube londrino.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Gilberto Silva

Foi no Arsenal que o volante ganhou destaque internacional. Com um estilo de jogo que proporcionava segurança para a defesa, Gilberto Silva encaixou como uma luva no meio-campo do Arsenal. Contratado em 2002, o camisa 8 disputou 243 partidas, anotando 24 gols e conquistando uma Premier League, duas Copas da Inglaterra e duas Supercopas da Inglaterra. O jogador fez parte do recorde de 49 jogos de invencibilidade na Premier League entre 2003 e 2004, marca até hoje nunca alcançada na competição.

Edu Gaspar

Outro volante brasileiro que foi importante no Arsenal foi Edu Gaspar. O jogador substituiu o compatriota Gilberto Silva e somou 127 partidas em três anos e meio em que esteve nos Gunners. Em seu currículo, Gaspar conquistou duas vezes a Premier League, três edições da Copa da Inglaterra e uma Supercopa da Inglaterra.

Sylvinho

Revelado pelo Corinthians, Sylvinho chegou ao Arsenal em 1999. Durante duas temporadas em Londres, o lateral atuou em 79 partidas com cinco gols e seis assistências. Com Arsene Wenger, o defensor conquistou a Supercopa da Inglaterra de 1999.

Eduardo da Silva

Nascido em terras brasileiras, Eduardo da Silva ganhou destaque jogando no Dynamo Zagreb. Na Croácia, o atacante acabou se naturalizando croata e marcou 41 vezes em 49 partidas. Em 2007, o jogador chegou ao Arsenal por 13 milhões de euros e permaneceu na equipe por três temporadas. Em uma época mais difícil e de jejum dos Gunners, Eduardo esteve em 68 partidas e anotou 21 gols. Apesar de não ter conquistado nenhum título, Eduardo conseguiu ajudar o clube em uma fase que traz boas memórias aos torcedores.

LEIA MAIS:

Jornal lista as piores contratações de cada time na Premier League

49 jogos de invencibilidade: a temporada histórica do Arsenal de 2003/04

9 goleiros com mais Clean Sheets na história da Premier League