Cuca conta bastidores da quase demissão de Ronaldinho no Atlético

Cuca e elenco do Atlético intercederam ao presidente para reverter da decisão

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Cantini/CAM

É fato que o ‘casamento’ entre Atlético e Ronaldinho foi o grande êxito na gestão do presidente Alexandre Kalil. Entretanto, houveram alguns percalços até a colheita dos frutos. Em 2012, por exemplo, R1O havia sido mandado embora do clube.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Cuca, técnico do Atlético na ocasião, relembrou este episódio durante uma live no YouTube. Por conta de alguns problemas de Ronaldinho, Kalil estava decidido que o meia não vestiria mais a camisa alvinegra.

“O problema não foi do Kalil com ele, mas um problema que foi retratado para ele dos acontecimentos que tinham ocorrido. O Kalil veio e disse que ele estava fora. O Ronaldinho foi lá arrumar as coisas dele para ir embora. Nisso vieram os jogadores pedirem por ele, o Léo, Réver. Nós fomos até o Kalil, nos reunimos e tudo foi resolvido. Depois nós fizemos um grande jogo contra o Vasco e dali em diante o grupo ficou ainda mais fechado. Não veio uma grande conquista naquele ano, mas no outro pudemos ser campeões”, contou Cuca no canal do jornalista Breno Galante.

Com a camisa do Atlético, Ronaldinho Gaúcho realizou 88 partidas e marcou 28 gols.  Foram 45 vitórias, 27 empates e 16 derrotas. Neste período, conquistou o Campeonato Mineiro de 2013, Copa Libertadores da América de 2013 e Recopa Sul-Americana de 2014.

LEIA MAIS: