Dirigente do Santos revela desejo de Ricardo Oliveira voltar e não descarta Robinho: “Sempre será bem-vindo”

Robinho e Ricardo Oliveira têm futuro incerto e são especulados no Santos

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

Robinho tem contrato com o Basaksehir, da Turquia, até o fim de junho de 2020 e ainda não definiu seu futuro. Já Ricardo Oliveira está fora dos planos do Atlético-MG e deve ser negociado em breve. Os dois atacantes atuaram juntos no Santos em duas oportunidades, e são especulados no clube paulista novamente.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
www.facebook.com/TorcedoresOficial

Em live com o jornalista Jorge Nicola, Pedro Henrique Dória Mesquita, membro do Comitê Gestor do Santos, afirmou que Robinho sempre será bem-vindo no Peixe, mas lembrou que o clube tem uma dívida milionária com o atacante.

“Robinho é o maior ídolo da história recente do clube. Geração 2002 com Elano, Léo Bastos… São ídolos. Marcaram geração. Robinho é o maior ídolo da minha juventude, sempre é uma opção. Até parar vai ser opção. De todas essas contas, Santos tem mais de um débito com Robinho e pode ser cobrado na Justiça. Isso mostra carinho, respeito, a decência. Santos deve mais de R$ 3,5 milhões e ele nunca acionou o clube na Justiça. Ele e advogado sempre estão dispostos a negociar. Se ele não vier agora, que venha em outro momento. Sempre será bem-vindo”, disse o dirigente santista, braço direito do presidente José Carlos Peres.

Já em relação ao atacante Ricardo Oliveira, Pedro Doria rasgou elogios para o veterano e disse que ele tem o desejo de retornar ao clube da Vila Belmiro. O dirigente aprova uma possível contratação do “Pastor”, e citou sua vocação artilheira e liderança como aspectos positivos.

“Ricardo Oliveira da mesma forma. Tem história muito importante. Números dele são assombrosos sempre, desde 2015, na retomada ao futebol nacional. São números assustadores, é goleador nato. Além de ser bom caráter. Todos os colaboradores do clube relatam forma de tratamento, de condução, de liderança. Teve duas grandes passagens. Se quiser voltar e presidente pautar, terá meu voto, principalmente pela liderança. Se tivesse nesse contexto, seria um dos grandes líderes para ajudar nesse consenso de momento difícil”, explicou.

“Um membro do Comitê de Gestão encontra ele em mercado de Alphaville e há o desejo do atleta e espero que o presidente pauta. E ele teria meu voto. Seja ele como jogador, membro de Comitê de Gestão ou qualquer outra coisa”, finalizou o membro do CG do Santos.

LEIA MAIS:

Peres explica dívidas do Santos na Fifa e se irrita por comparações com o Cruzeiro: “Situação bem diferente”

Dracena aponta culpado por saída do Santos e relembra bastidores da demissão de Dorival Júnior

Peres elogia Marinho, do Santos, mas diz que críticas criam polêmicas desnecessárias e pede paz

Renato diz que Robinho é bem-vindo no Santos e aprova retorno do atacante: “É a casa dele”