Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Neto revela plano para se aposentar como apresentador e comentarista

Ex-jogador admite ainda possibilidade de se tornar político um dia

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Reprodução/TV Bandeirantes

A carreira como apresentador e comentarista esportivo do “craque” Neto tem os dias contados. O ex-atleta de futebol revelou em uma “live” em seu canal no Youtube que pretende trabalhar por mais sete anos na atual função que exerce na televisão para depois “parar de vez” com tudo, quando completar 60 anos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

 

Depois de atuar em grandes clubes como Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo entre outros na carreira como jogador de futebol, Neto pendurou as chuteiras em 1999 para se tornar comentarista no mesmo ano.

Estou com 53 anos, tenho mais três anos de contrato com a Band, espero cumprir e renovar até 2025 ou 2026. Depois eu encerro a carreira em todos os sentidos“, revelou o ex-jogador, que admitiu também a possibilidade de ir para outra emissora de TV no futuro.

Não vou dizer que não. Tenho contrato até 2022 com a Band. Pretendo renovar. Acho que é difícil me tirar da Band hoje. Se a Globo viesse para me contratar, algo que acho que não vai acontecer, não se aceitaria mesmo pagando o dobro do salário… mas se uma RedeTV, Record, um SBT tivesse um projeto legal, eu estou aberto. Aí depende muito de negociação“, afirmou Neto deixando aberta as portas para outras emissoras.

Ex-jogador admite chance de carreira na política

A possibilidade de mudar de ambiente na carreira e seguir para a política passa a ser uma ideia bem recebida por Neto atualmente.

Eu sempre disse que não. Já tive proposta para tentar como senador e deputado federal também. Queria dizer o seguinte. Pelo momento que a gente passa, da pandemia, de ver esses políticos fazendo tanta coisa errada, talvez eu seja um bom político. Eu nunca pensei (na possibilidade). Mas hoje eu estou repensando se eu não posso sair para um senador, para um deputado federal, se não posso ser prefeito…“, disse.

Sabe por que? Vem de algo que o Mauro Silva falou comigo outro dia. Por que eu vou deixar uma cadeira vazia para um vagabundo tomar conta? Por que as pessoas do bem não podem ir e partir para cima das pessoas do mal?“, completou o ex-jogador.

LEIA MAIS: