Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Furadas! São Paulo acumula erros e dinheiro em caixa com venda de jogadores que não deram certo no Morumbi

São Paulo faturou R$ 173 milhões com venda de jogadores

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação /São Paulo

A ideia de todo reforço, antes de mais nada, é que ele ajude o clube alcançar vitórias e conquistar muitos títulos. Eles, porém, as vezes acabam fracassando. As vezes a decepção é tão grande que o torcedor pede a saída do jogador. Isso, inclusive, impacta diretamente nas finanças de um clube. Afinal, o atleta acaba gerando um prejuízo incalculável para quem o contrata.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

O São Paulo, só para exemplificar, contabiliza inúmeros fracassos em negociações que não deram o retorno esportivo esperado para o clube. A diretoria tricolor, nesse ínterim, gastou rios de dinheiro com Alexander Rondón, Clemente Rodríguez, Gonzalo Carneiro, Nelson Saavedra, Ricardo Centurión, Wesley, entre outros.

Por isso, o Torcedores.com listou as principais transações do São Paulo nas últimas temporadas. O ranking, porém, leva em consideração apenas que foram contratados e que foram negociados logo depois pelo clube. Ou seja, o levantamento não engloba os jogadores que foram revelados nas divisões de base que deixaram o Morumbi após atuar pelo time profissional. Confira!

Alan Kardec

Foi contratado para ser o goleador que o São Paulo tanto necessitava em 2014. O centroavante ex-Vasco e Palmeiras, no entanto, não correspondeu às expectativas e foi negociado com o Chongqing Lifan, da China, por R$ 18 milhões. Pelo Tricolor do Morumbi, Alan Kardec fez 25 gols em 94 partidas.

Christian Cueva

O peruano teve uma passagem marcada por bons e maus momentos no São Paulo. Além disso, o meia-atacante teve uma série de problemas extracampo que contribuíram para sua saída do Morumbi. Com isso, Cueva foi vendido para o Krasnondar, da Rússia, por R$ 36 milhões. Foram 89 jogos e 19 gols com a camisa tricolor.

Douglas

Foi contratado pelo São Paulo em 2014. Ele, no entanto, sofreu muitas críticas por parte da torcida durante o período que atuou no Morumbi. Entre 2012 e 2013, o lateral-direito atou em 130 partidas e marcou 6 gols. Foi vendido para o Barcelona por R$ 18 milhões.

Julio Buffarini

O lateral foi contratado com status de craque pelo São Paulo. O argentino, porém, teve breve passagem pelo futebol brasileiro e defendeu o clube de 2016 a 2017. Ele, nesse ínterim, disputou 40 partidas. Mas passou a maior parte do tempo no banco de reservas. Posteriormente foi vendido ao Boca Juniors por R$ 5 milhões.

Kieza

Com menos de dois meses, Kieza foi negociado pelo São Paulo. Ele chegou ao Morumbi com fama de goleador após marcar 29 gols em 50 partidas pelo Bahia na temporada de 2015. O atacante, porém, entrou em campo somente duas vezes com a camisa do tricolor paulista. Logo depois foi vendido por R$ 4,9 milhões para o Vitória-BA.

Lucas Pratto

Após excelente passagem pelo Atlético-MG, o argentino chegou cercado de muitas expectativas no São Paulo. Em 2017, o centroavante disputou 48 partidas e marcou 14 gols. Ele, porém, pediu para retornar ao futebol argentino de olho em uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Por isso, foi negociado com o River Plate por R$ 37,3 milhões.

Lyanco

Revelado nas divisões de base do Botafogo, o zagueiro teve passagem sem brilho pelo São Paulo. Ele atuou pelo clube do Morumbi de 2015 a 2017. Lyanco, porém, disputou apenas 14 jogos e marcou 1 gol com a camisa tricolor. Por outro lado, o clube se beneficiou da venda do jogador para o Torino, da Itália, que investiu R$ 22 milhões para adquirir os direitos econômicos do atleta.

Maicon

Contratado com status de estrela em 2016, o zagueiro alterou bons e maus momentos pelo São Paulo. No ano seguinte, ele perdeu a titularidade para Diego Lugano e a faixa de capitão para Lucas Pratto. Maicon, nesse ínterim, vestiu a camisa tricolor em 72 oportunidades e marcou 6 gols. Logo depois, o defensor foi vendido para o Galatasaray, da Turquia, por R$ 29,3 milhões. 

Osvaldo

Atuou por três temporadas pelo São Paulo. De 2012 a 2014, o atacante disputou 161 partidas e marcou 20 gols. Além disso, integrou o time que venceu a Copa Sul-Americana de 2012. Osvaldo, porém, sempre conviveu com as críticas e desconfianças do mais fanático torcedor do Soberano. Logo depois foi vendido para o Al-Ahli, da Arábia Saudita, por R$ 5,4 milhões.

Paulo Henrique Ganso

Uma das contratações mais caras da história do São Paulo, Ganso teve passagem conturbada pelo Morumbi. De 2012 a 2016, ele acumulou polêmicas e brigas com treinadores por se recusar a ficar no banco de reservas ou ser substituído nas partidas. Ele, nesse ínterim, disputou 214 partidas e marcou 24 gols. Além disso, o atual camisa 10 do Fluminense venceu a Copa Sul-Americana de 2012. Logo depois, foi vendido para o Sevilla por R$ R$ 34,4 milhões.

LEIA MAIS:

Das apostas ao ídolo Fernandão: relembre as contratações que renderam um bom dinheiro ao Internacional

Made in África: quem são os maiores africanos que passaram pela Premier League?