Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras: por onde andam os jogadores que atuaram na final do Brasileirão de 1997

Alviverde empatou as duas partidas contra o Vasco e terminou o torneio nacional como vice-campeão

Otávio Silva
Colaborador do Torcedores.com que ama o futebol gaúcho.

Crédito: Allsport UK/ALLSPORT - Getty Images

O Palmeiras tinha um dos times mais fortes de sua história para disputa do Campeonato Brasileiro de 1997. Nomes como Alex e Zinho ditavam o ritmo dentro de campo. Mesmo assim, o clube não conseguiu acumular mais uma taça de conquista nacional.

Na grande decisão, o alviverde empatou duas vezes com o Vasco. Dois empates em 0x0, o primeiro no Morumbi, e outro no Maracanã, deram o título ao Cruz-maltino. Isso porque o time carioca detinha melhor campanha realizada na primeira fase.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Confira por onde andam os jogadores do Palmeiras que atuaram naquela partida

Veloso

Foi um dos maiores goleiros da história do Palmeiras. Teve boa passagem pelo Atlético-MG. Tempos depois acabou dando lugar a Marcos, ídolo do clube alviverde. Atualmente é comentarista na TV Bandeirantes, ao lado de Neto e outros ex-jogadores.

Pimentel

Reencontrava naquele momento o clube que o revelou para o futebol e onde passou um longo período, mas não teve sorte. Acabou se transferindo para o Flamengo, São Paulo e retornando ao rubro-negro. Aposentou-se em 2006 no extinto CENE. Hoje se encontra longe do mundo do futebol.

Roque Júnior

Era um dos maiores jogadores do elenco e anos depois foi uma das peças fundamentais para a conquista da Copa do Mundo de 2002. Atualmente é treinador de futebol.

Cléber

Era um “zagueiro raiz”.  Acabou se transferindo em 1999 para o Cruzeiro, tendo passagem pelo Santos. Chegou a tentar a carreira como treinador de futebol, mas sem muito sucesso.

Júnior

É um caso muito curioso, pois foi importante para o time do Palmeiras e um dos maiores nomes do São Paulo, um dos principais rivais do alviverde. Além do mais também seria peça fundamental na seleção brasileira.

Galeano

Seria um dos nomes fundamentais na conquista da Libertadores de 1999, acabou substituído na segunda partida da final por Marquinhos. Depois do Palmeiras rodou por alguns clubes até se aposentar no Ituano.

Marquinhos

Teve uma grande passagem pelo Flamengo, mas não ficou muito tempo no Palmeiras. Acabou emprestado em 1999 para o Bahia, atuando depois por diversas equipes. Se aposentou em 2008, jogando pelo Guanabara.

Rogério

Ficou conhecido principalmente por sua passagem pelo Corinthians, onde conquistou importantes títulos. Entretanto, muitos torcedores se lembram pelo lance com Robinho. Em 2002, levou uma pedalada e derrubou o então jovem jogador do Santos, em uma das penalidades mais famosas do futebol brasileiro.

Alex

É ídolo dos clubes que defendeu ao longo da carreira. Foi um dos grandes nomes do Palmeiras na época, mas também foi importante para Cruzeiro e Coritiba. É ídolo do Fenerbahçe, onde tem uma estátua. Atualmente está aposentado e lançou um livro contando sua trajetória.

Oséas

Era conhecido pelas tranças e principalmente a qualidade dentro de campo. Foi um dos nomes da Libertadores de 1997 e passou por grandes clubes do futebol brasileiro. Se aposentou no Brasiliense, em 2005.

Zinho

Acumulou passagens de sucesso por Grêmio e Palmeiras, conquistando importantes títulos com as equipes. Em entrevista ao Desimpedidos assumiu seu amor pelo Flamengo, onde foi revelado. Atualmente é comentarista do Fox Sports.

Euller

Permaneceu apenas uma temporada, mas vinha de boa passagem pelo futebol mineiro. Era conhecido como “O Filho do Vento”. Não trabalha com futebol neste momento.

Viola

É ídolo de Palmeiras e Corinthians, acumulando boas passagens pelas equipes. Depois da final acabou se transferindo para o Santos, onde não foi bem. É um dos jogadores que mais rodou por clubes do Brasil. Em 2016 se aposentou depois de vestir a camisa do Taboão da Serra.

Cris

Era reserva da equipe, entrando no segundo tempo. Foi encaminhado no mesmo ano para o Guarani de Campinas, onde ficou só um ano. Voltou ao Palmeiras, mas sem muito brilho. Em seguida virou um “andarilho da bola” e está aposentado dos gramados.

LEIA MAIS
Ídolo do Botafogo, Túlio Maravilha jogou em mais de 30 equipes; relembre

As melhores notícias de esportes, direto para você