Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

3 atletas brasileiros que se beneficiaram com o adiamento das Olimpíadas

Atletas que estariam suspensos em 2020 poderão se beneficiar com o adiamento das Olimpíadas

Rafael Vieira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Abelardo Mendes Jr / Rededoesporte

A pandemia do Coronavírus prejudicou vários setores e eventos. Um deles é a Olimpíadas de Tóquio que somente ocorrerá em 2021. Apesar da mudança causar muito prejuízo, ela pode ter sido benéfica para alguns atletas que estão se recuperando de alguma lesão ou cumprindo uma suspensão.

Dessa forma, a Wada (Agência Mundial Antidoping) chegou a confirmar que se o atleta punido por doping cumprir a sentença até o período classificatório, poderá disputar as classificatórias e até competir nos jogos de Tóquio 2020. Pensando nisso, separamos 3 atletas brasileiros que poderão se beneficiar com o adiamento das Olimpíadas. Confira:

Rafaela Silva – Judô

Rafael Silva vive um caso mais complicado, já que sua suspensão vai até agosto de 2021. Entretanto, a judoca tenta diminuir sua pena em 6 meses, deixando ela apta a brigar por uma vaga em Tóquio.

Andressa Morais – Atletismo

Andressa foi suspensa preventivamente pela Unidade de Integridade do Atletismo por testar positivo para o anabolizante SARM S-22 na final do lançamento do disco dos Jogos Pan-Americanos de Lima. Entretanto, ela não sabe quando voltará a competir.

Kácio Freitas – Ciclismo

Kássio é outro atleta que está suspenso preventivamente por ter testado positivo na mesma competição (Pan de Lima) e ainda não tem previsão de retorno às pistas. Dessa forma, caso ele consiga retornar antes das classificatórias, poderá disputar uma vaga para Tóquio 2020.

LEIA MAIS:

Serie A: Juventus pode ser campeã antecipada? Veja cenários

5 brasileiros que tem chances reais de medalha na Olimpíadas de Tóquio

Tóquio 2020: qual o prejuízo com o adiamento da Olimpíada?