Há 10 anos Iniesta entrava para a história e Espanha conquistava sua primeira Copa do Mundo

Craque do Barcelona ficou marcado com o gol do título

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Jamie McDonald/Getty Images

No dia 11 de julho de 2010, o mundo se rendia à geração espanhola comandada por Casillas, Puyol e Xavi e via Iniesta entrar para a história com o gol do primeiro e por enquanto único título de Copa do Mundo da Espanha.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

A equipe fez uma das finais mais equilibradas de Mundiais ao bater de frente com a Holanda de Robben, Van Persie e companhia, que havia passado por cima dos rivais até chegar na decisão.

Seu time maltrata seu coração? 

Deixa que o Clude cuida dele para você!

A partida foi equilibrada do início ao fim e a Holanda teve chance de levar o título ainda no tempo regulamentar.

A Espanha controlou o jogo no fim e o confronto foi para a prorrogação, onde Iniesta brilhou. O camisa 6 foi o principal jogador da equipe na partida e, já no segundo tempo, marcou o gol que deu o título à Fúria.

Assista:

Escalações da partida

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Piqué e Capdevila; Busquets, Xabi Alonso (Fabregas), Xavi Hernández, Iniesta; David Villa (Fernando Torres), Pedro (Jesus Navas). Técnico: Vicente Del Bosque

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst (Braafheid); Van Bommel, De Jong (Van der Vaart); Kuyt (Elia), Sneijder e Robben; Van Persie. Técnico: Bert van Marwijk

O capitão da Espanha e responsável por levantar o troféu foi o goleiro Iker Casillas, do Real Madrid.

Leia mais:
Comentarista da Fox diz que Palmeiras precisa substituir Dudu para não ser coadjuvante: “não pode guarda dinheiro debaixo do colchão”

Caio Ribeiro explica porque deixou a Inter de Milão e revela briga com treinador: “queria matar ele”

Primeiro brasileiro a apitar final de Copa, Arnaldo Cezar Coelho explica como escondeu uma das bolas da decisão