Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Hamilton vence GP da Estíria com facilidade, e Ferraris abandonam a prova após colidirem

 

Eduardo Statuti
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei. No Torcedores desde 2019.

Crédito: Reprodução Twitter Fórmula

Neste domingo, 12, foi disputado o Grande Prêmio de Estíria, o segundo da temporada da Fórmula 1. Na pole, não houveram novidades, Hamilton conseguiu o melhor tempo com sobras, seguido de Verstappen e Sainz. Enquanto o parceiro do britânico na Mercedes, Valtteri Bottas, ficou 1.428 segundos atras de seu companheiro de equipe e largou em 4º. Por outro lado, os carros da Ferrari decepcionaram, Vettel largou em 10º e Leclerc em 14º.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Carro para o alto, e Ferrari fora da prova

Na largada, Hamilton disparou na liderança e não teve muitas dificuldades, enquanto Sainz e Verstappen alternaram na segunda colocação. Posteriormente, a Mc Laren perdeu posições para Albon e Bottas. Os carros da Ferrari, foram protagonistas novamente. Charles Leclerc tentou fazer uma ultrapassagem por dentro da curva, decolou ao bater na zebra, e tocou sua asa dianteira na asa traseira do carro de Vettel, deixando ambas extremamente danificadas. Os dois pilotos tiveram que abandonar a corrida, sendo que o carro do polonês teve problemas no assoalho também.  Em entrevista após deixar a corrida, o piloto polonês assumiu a culpa e pediu desculpas a Vettel.

Posteriormente, os carros da Renault perderam força e caíram muito. Com isso, Bottas, Albon e Perez se aproximaram das primeiras colocações. Hamilton seguiu liderando com sobras e sequer enxergava Verstappen, segundo colocado, em seu retrovisor.

Valtteri Bottas e Verstappen travaram uma boa briga pela segunda colocação. O finlandês ultrapassou Max, mas o holandês conseguiu recuperar a posição. Entretanto, o carro da Red Bull estava com os pneus traseiros danificados, não conseguiu resistir e cedeu a posição para o carro da Mercedes.

Melhor volta: Norris 1:05.619