Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Santos lamenta derrota judicial, mas mantém posição de que foi “lesado” na transferência de Neymar para o Barcelona

Por decisão do TAS, o Santos foi derrotado na ação judicial envolvendo o craque brasileiro

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Ricardo Saibun / Santos FC

Cobrando 61 milhões e 295 mil euros do Barcelona na Justiça, o Santos não teve uma decisão favorável no caso. Isso porque o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) considerou que o time catalão não cometeu irregularidades na contratação de Neymar. Como houve uma rescisão contratual em mútuo acordo, julgou-se que não ocorre uma violação no rompimento do acordo do jogador com o Peixe.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Além disso, também não foi considerado que o valor pago ao pai de do atacante e uma empresa ligada ao atual camisa 10 do Paris Saint-Germain foi feito de maneira incorreta. Dessa forma, o veredito ainda condenou o Peixe, que terá que desembolsar $ 113 mil ao Barça pelos custos do processo.

Sendo assim, o clube paulista lamentou a decisão e manteve o posicionamento que foi prejudicado na operação. Diante disso, ainda mencionou o acordo com o Real Madrid por Rodrygo, este que foi tido como um acordo justo. Veja abaixo a nota.

“O Santos FC informa que recebeu hoje, terça-feira (7), a decisão conjunta dos casos CAS/A/5725 e CAS/A/5726, cujo objeto questionava a operação de transferência do atleta Neymar Jr. ao FC Barcelona.

A ação em questão foi proposta em 2017, quando a responsabilidade pelo caso ainda era do escritório Bonassa Bucker Advogados, contratado pela gestão anterior do clube. Em primeira instância (FIFA), a ação foi julgada improcedente, havendo interposição de recurso ao CAS. Após o início da atual gestão, o Santos FC contratou o escritório internacional Kellerhals Carrard, na pessoa do Dr. David Casserly, para tentar a reversão da decisão e conduzir o final do processo.

O Santos FC lamenta, porém, respeitará a decisão que afastou o inquestionável fato de que foi lesado na operação. Ao mesmo tempo, espera que tal desfecho signifique um novo capítulo de transparência e lisura para as operações de transferências do clube, vide a transferência do atleta Rodrygo Góes ao Real Madrid”

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você