Londrina usa MP984, rompe com DAZN e transmitirá partida da Série C em canal do Youtube

Clube da Série C não formalizou contrato para transmissão de seus jogos

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/CBF

O Londrina foi mais um clube a entrar na Justiça por meio da Medida Provisória 984 (MP 984/2020), que dá amplos direitos de transmissão aos clubes mandantes, e conseguiu uma liminar para que o DAZN não transmita seus jogos no Brasileirão Série C.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

O juiz Marcos Caires Luz, da Vara Civel de Londrina, concedeu a liminar ao clube paranaense e colocou multa de R$ 100 mil em caso de descumprimento e transmissão do confronto.

O Londrina estreia na Série C 2020 contra o Criciúma na segunda-feira (10), às 20h, no Estádio do Café, e definiu que fará a transmissão da partida pelo Youtube, na TV LEC.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Londrina, CBF e DAZN não formalizaram contrato para que a plataforma de streaming, que garantiu os direitos do Brasileirão Série C em 2019, transmitisse as partidas do clube, que foi rebaixado da Série B no ano passado.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Com a transmissão via Youtube, o Londrina repete o Flamengo, pioneiro no modelo em junho, quando não assinou com a Globo para a transmissão do Campeonato Carioca e levou a partida contra o Boavista para a Fla TV após a publicação da MP 984.

A final da Taça Rio e a primeira partida da final do Campeonato Carioca também foram transmitidas via Youtube, mas dessa vez pela Flu TV, que detém o recorde mundial de visualizações simultâneas na plataforma: 3,6 milhões de visualizações.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Londrina x Criciúma – 1ª rodada do Brasileirão Série C
Estádio: Brasileirão Série C
Horário: 20h (de Brasília)
Data: 10 de agosto de 2020
Transmissão: TV LEC

Leia mais:
De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras