Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Athletico x Globo: Justiça concede liminar favorável e clube transmitirá jogos em PPV próprio

Furacão entrou em conflito com a Globo desde o início do Brasileirão

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Arte/Torcedores

O Athletico Paranaense conseguiu uma vitória sobre a Globo na Justiça no fim de terça-feira (22) ao receber a notícia de que a 15ª Vara Cível de Curitiba reverteu a liminar que favorecia a emissora carioca e não deixava o clube transmitir seus jogos pelo Furacão Play, serviço de pay-per-view (PPV) próprio.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

Vale lembrar que o Athletico não assinou com o Premiere para o modelo de transmissão PPV e não tem seus jogos transmitidos por esse formato na TV. Com isso, o clube agora pode transmitir suas partidas do Brasileirão com base na nova MP 984, que dá plenos direitos aos mandantes a exibirem seus jogos por onde bem negociarem.

O fato do Athletico não ter contrato com qualquer outra empresa para o formato foi utilizado pelo desembargador do caso para reverter a liminar e dar liberdade ao clube, enquanto a Globo segue sem assinar contrato para o PPV com o Furacão desde 2019.

O destaque é que o imbróglio entre Globo e Athletico deve seguir por algum tempo, já que a liminar é ter caráter provisório e uma nova reversão pode ser realizada na segunda instância. A tendência é que o clube tenha três jogos em casa até que seja feita uma nova análise do caso. Devem ser transmitidas no Furacão Play as partidas contra Corinthians, Ceará e Bahia, essa já no sábado (26).

Leia mais:
Mais um? CBF já adiou oito jogos por causa da Covid-19 desde a volta do futebol

De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras

7 jogadores que poderiam ter ajudado a Seleção na Copa do Mundo de 1998 mas foram esquecidos