E-mail revela que Flamengo sabia de problemas urgentes no Ninho do Urubu meses antes da tragédia

Documento vem à tona quase 20 meses após a tragédia

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Flamengo

O Flamengo sabia dos problemas estruturais do Ninho do Urubu vários meses antes do incêndio que matou dez jogadores do time sub-15. O UOL e o GE divulgaram na manhã desta quarta-feira (9) documentos que estão nas mãos da Justiça e que apresentam um e-mail datado de 11 de maio de 2018.

Conheça a Bet4Plus e experimente fazer uma aposta esportiva grátis, sem necessidade de depósito

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
https://www.facebook.com/TorcedoresOficial

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Nele é possível identificar o relatório feito por técnicos em maio de 2018. Conforme o conteúdo do que é apresentado no e-mail, fica claro que a direção do Flamengo tinha conhecimento da situação da instalação elétrica do Ninho do Urubu nove meses antes do incêndio com jogadores das divisões de base.

Reprodução

Leia parte do conteúdo do e-mail:

Relatório:

Conforme informado ontem, dia 10/05/18, quinta-feira, foi realizado (sic) a inspeção para atendimento a NR10 e ao relatório do dia 03/05/18 de algumas instalações elétricas do CT – Vargem Grande. A avaliação foi realizada na presença do Sr. Adilson da empresa CBI, este indicado pelo Sr. Luiz Humberto, sendo comprovado as não conformidades e suas gravidades. Conforme avaliação do Sr. Adilson e relatório anterior, a situação é de alta relevância e de grande risco, ficando este de apresentar uma proposta ao Sr. Luiz Humberto para atendimentos emergenciais de alguns pontos, quadro elétrico (poste ao lado do refeitório), disjuntores e fiação no jardim. Quadro elétrico atrás do alojamento da base.

O documento ainda apresenta dez fotos e apontamentos detalhados das irregularidades encontradas no Ninho do Urubu em maio de 2018. A observação final do e-mail também chama a atenção. Segundo funcionários do clube disseram ao técnico responsável, as irregularidades não seriam tratadas naquele momento.

E-mail do Flamengo sobre problemas elétricos no Ninho - Reprodução - Reprodução

Reprodução

“As irregularidades abaixo não serão tratadas no momento, pois, conforme informação, o local será demolido e substituído por novas instalações até o final do ano de 2018, deixando claro que caso haja fiscalização e autuação o argumento mesmo que evidente não justifica a irregularidade, ficando a critério do órgão fiscalizador a penalidade ou intervenção.”

O e-mail foi enviado à diretoria do Flamengo no dia 12 de maio de 2018. Veja o encaminhamento das mensagens dos técnicos.

“Boa tarde, Marcelo. O técnico de segurança do trabalho do CRF [Flamengo], em vistoria nas instalações elétricas do CT, verificou vários itens fora da conformidade com as normas de seguranças exigidas. Falamos com o Marcelo Sá, que estava no CT, a respeito dessas instalações (não sabiam se foram feitas pelo patrimônio ou se já vêm de longa data, no esquema ‘faça-de-qualquer-jeito’ que os antigos administradores atuavam). Sá achou por bem solicitar que o Adilson (engenheiro eletricista que fez a instalação elétrica do CT – que você conhece) acompanhasse para verificar a real situação e elaborasse, caso seja necessário, um primeiro orçamento para colocarmos as instalações elétricas em dia. Após o envio desse primeiro orçamento, pediremos outros mais para compor quadro de concorrência. Segue abaixo e-mail enviado pelo técnico a respeito do que encontrou no CT (com fotos). Te manterei atualizado quando o Adilson fizer suas considerações. Grande abraço. Nos falamos melhor na segunda.”

Leia mais:
Milton Neves diz que Neto é “craque” na TV e afirma: “se tivesse a cabeça que tem hoje teria jogado três Copas”