Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jimmy Butler exalta desafio de vencer LeBron James: “É nisso que devemos nos concentrar”

Para ala e ala-armador do Miami Heat, LeBron James é o “teste” que deve ser repetidamente feito; Jimmy Butler enfrentará “King” na decisão da NBA

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

LeBron James é, há anos, a grande referência da National Basketball Association (NBA). Os próprios atletas da liga, cientes disso, tratam de elogiá-lo. Na segunda temporada no Los Angeles Lakers, o ala e ala-pivô foi citado por Jimmy Butler, ala e ala-armador do Miami Heat. Adversários na final, o atleta da franquia da Florida destacou o tricampeão da maior liga nacional de basquete do planeta.

Em entrevista ao jornal The Washington Post, Jimmy Butler deu uma declaração curiosa. Para ele, os campeões da NBA têm que, sempre, vencer LeBron James. “Tem sido assim há muito tempo. Se você quiser vencer, terá que passar por um time comandado por LeBron James. No final das contas, é isso que normalmente se resume, e é nisso que devemos nos concentrar”, afirmou Jimmy Butler.

Em outro momento da entrevista, Jimmy Butler valorizou, também, o elenco do Los Angeles Lakers. Mas, ao falar dos demais jogadores, exaltou o “King”. “Obviamente, não posso apenas focar nele porque ele tem muitos jogadores realmente bons ao seu redor. Mas você vai fazer o mesmo teste repetidamente até passar, e esse teste é LeBron James”, finalizou o atleta do Miami Heat.

Histórico

Escolhido no Draft NBA 2011, Jimmy Butler jogou no Marquette Golden Eagles na faculdade. Até 2017, defendeu o Chicago Bulls. Depois, ficou uma temporada no Minnesota Timberwolves e no Philadelphia 76ers. Chegou em 2019 no Miami Heat – e chegou à final logo na primeira temporada na equipe.

LEIA MAIS
Equipe da NBA vê novo filme da saga Star Wars em shopping que era alvo de tiroteio
Terra plana: conheça as estrelas da NBA que acreditam na teoria
Craque do Golden State Warriors faz cirurgia e volta à NBA apenas em 2020, afirma empresário do jogador