Deiveson Figueiredo dispara contra futuro rival: “Estou magoado com ele”

‘Deus da Guerra’ deve enfrentar em dezembro Brandon Moreno no UFC 256

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

Deiveson Figueiredo venceu Alex Perez no último final de semana e defendeu com sucesso o cinturão dos moscas do UFC. E já em dezembro deverá ter nova chance de manter o título, com uma luta a ser marcada para o próximo dia 12, contra Brandon Moreno no UFC 256.

E a luta promete reacender uma rivalidade entre o brasileiro e o mexicano. Em entrevista ao Combate, o ‘Deus da Guerra’  revelou que tem uma ‘mágoa’ com o futuro rival e que irá usar isso para buscar mais uma vitória no Ultimate.

“O Moreno é um desafio para mim. Há alguns anos ele me desafiou e sou meio magoado com ele. Quero conversar no octógono, é lá que vamos resolver e vamos botar isso em pratos limpos. Vi a luta dele (venceu Brandon Royval). Não gosto de falar, não vejo ele no meu nível. Irei para nocautear”, disse Deiveson.

O paraense, com a vitória, fez sua primeira defesa bem sucedida do cinturão dos moscas e está perto de fazer a segunda defesa. Para o brasileiro, a meta é de defender cinco vezes o título antes de pensar em subir para o peso-galo e se livrar um pouco das agruras do corte de peso.

“Esse cinturão representa muita coisa, só eu sei o que eu passo para bater o peso. Ficar tanto tempo de dieta, é esse o preço que pago… Para todo o sofrimento lá atrás, essa é a felicidade no fim das contas. Falei que iria defender o título cinco vezes. Faltam quatro antes que eu suba (de categoria)”, declarou.

LEIA MAIS

UFC 255: Deiveson e Valentina vencem e mantém cinturões

Anderson Silva ‘volta atrás’ em aposentadoria em mensagem no Instagram

(Crédito da foto : Divulgação/Facebook UFC Brasil)