Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Marcelo Gallardo, Jorge Sampaoli, José Pékerman e Vanderlei Luxemburgo:  O que pensa a Colômbia sobre a busca por um novo técnico

A Colômbia está sem técnico após a demissão de Carlos Queiroz

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Fotomontagem/ Torcedores.com

Com a demissão de Carlos Queiroz na noite da última quarta-feira, o presidente da Federação Colombiana de Futebol (FCF) passa agora a traçar o perfil de quem será o novo comandante da equipe ‘Cafetera’ na sequência das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Siga o Torcedores também no Instagram

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

A postura é de ter cautela para dar o ‘tiro certeiro’ e evitar erros. A partir desta quinta-feira, o mandatário da FCF vai trabalhar para definir o treinador ideal, com a pressão de escolher a melhor opção possível dentre os nomes oferecidos nos últimos dias.

No final de 2018, a FCF chegou a negociar com o pentacampeão Luiz Felipe Scolari, mas não houve acordo. Vanderlei Luxemburgo, outro ex-técnico da seleção brasileira, também foi cogitado. No entanto, Carlos Queiroz acabou sendo contratado.

Ramón Jerusún tem como princípio a ideia de apostar em treinadores estrangeiros. Na visão do dirigente, não há grandes nomes disponíveis no mercado colombiano de treinadores, o que justifica a postura na hora da escolha de um profissional de outro país.

Quem assumir a Colômbia encontrará o time em má fase nas Eliminatórias – é o sétimo colocado, com quatro pontos, vindo de três derrotas consecutivas. Por outro lado, o novo treinador irá estrear contra o Brasil, em Bogotá, em março de 2021.

Nos bastidores, a FCF vem buscando informações de treinadores que tem o perfil desejado por Jerusún. A lista tem nomes de argentinos, brasileiros e mexicanos. Veja, abaixo, o levantamento feito pelo Torcedores.com!

Dunga

Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga, comandou a seleção brasileira em duas oportunidades. Nesse ínterim, ele classificou a equipe canarinho para a Copa do Mundo de 2010. Além disso, o ‘Capitão do Tetra’ venceu a Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009. Em 2016, o ex-jogador foi demitido pela CBF devido ao fraco trabalho as Eliminatórias para o Mundial de 2018.

Jorge Samapoli

Sucesso no futebol brasileiro, o treinador comandou o Chile na conquista da Copa América de 2015. Posteriormente, o argentino esteve à frente da Argentina na confusa campanha no Mundial de 2018. Recentemente, Sampaoli foi sondado no último mês para comandar a Colômbia. No entanto, ele rejeitou o convite alegando que iria cumprir até o final seu contrato com o Atlético-MG.

José Pékerman

Campeão do Mundo como jogador com a Argentina em 1978, o treinador é o favorito para comandar a Colômbia. O argentino, inclusive, foi o antecessor de Carlos Queiroz. Pékerman esteve à frente da equipe ‘Cafetera’ entre 2012 e 2018. Nesse ínterim, classificou o time para as Copas do Mundo de 2014 e 2018. Além disso, ele comandou a Argentina no Mundial de 2006.

Marcelo Gallardo

Considerado o maior técnico sul-americano na atualidade, Marcelo Gallardo é técnico do River Plate desde 2014. Nesse ínterim, ele empilhou taças. Foram 14 no total. Entre as mais importantes estão a Recopa Sul-Americana, Copa Libertadores da América e a Copa Sul-Americana. Em maio, Gallardo foi procurado para substituir Jorge Jesus no Flamengo. Porém, o treinador rejeitou a oferta porque deseja comandar um clube europeu na próxima temporada.

Matías Almeyda

Atual técnico do San José Earthquakes, dos Estados Unidos, o técnico está sendo analisado pela FCF. Recentemente, o argentino foi cogitado para assumir a seleção equatoriana após a saída do holandês Jordi Cruyff. O ex-jogador acumula passagens bem-sucedidas como treinador do River Plate e do Chivas Guadalajara.

Miguel Herrera

Comandou a seleção mexicana de 2013 a 2015. Nesse ínterim, o treinador comando a ‘La Tri’’ na Copa do Mundo de 2014. Além disso, ele conquistou a Copa Ouro da Concacaf de 2015. Posteriormente, foi demitido pela Federação Mexicana de Futebol (Femex) após agredir o jornalista Christian Martinoli por causa de suas críticas à seleção. Atualmente é técnico do América do México.

Vanderlei Luxemburgo

Está disponível no mercado após ser demitido recentemente do Palmeiras. O Torcedores.com apurou que o treinador foi oferecido por intermédio de empresários à FCF. Ao longo da carreira, ele acumulou títulos nacionais por Corinthians, Palmeiras, Santos e Cruzeiro. Além disso, teve breve passagem pelo Real Madrid e Tianjin Quanjian. Pela seleção brasileira, Luxemburgo venceu a Copa América de 1997.

LEIA MAIS: