Caso Robson: Brasileiro preso na Rússia já tem data para voltar

MP decidiu não recorrer de sentença

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Repordução/Globo

O ex-motorista do jogador Fernando, Robson Oliveira, preso na Rússia por levar um remédio para a família do volante revelado pelo Grêmio, já tem data para voltar ao Brasil, conforme publicou o Globoesporte.com.

Isso porque o brasileiro, que está preso desde fevereiro de 2019, pegou a pena mínima da Justiça russa para o caso, três anos de prisão, e o Ministério Público (MP) local decidiu não recorrer da decisão. Com isso, após um ano e meio detido, Robson pode solicitar uma voltar à sua terra natal.

O ex-motorista deve estar de voltar ao Brasil em um prazo de até cinco meses, ou seja, entre junho e julho de 2021, quando os advogados devem entrar com o pedido de repatriação junto ao governo.

Os três anos concedidos de pena pela Justiça russa foram considerados surpreendentes, visto que Robson é um estrangeiro que tentou entrar com um remédio ilegal no país. A pena máxima é de 25 anos para esses casos. A promotoria chegou a pedir 12 anos de prisão para o ex-motorista de Fernando. Agora, o Itamaraty trabalhará junto à diplomacia russa em um período de três a cinco meses para que o brasileiro seja repatriado ao país natal em segurança para cumprir o restante de sua pena.