Flamengo projeta receber R$ 80 milhões com a venda de ‘pacote’ de jogadores para o exterior; saiba mais!

Daniel Cabral é a ‘bola da vez’ para deixar o Flamengo em 2021

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Alexandre Vital /Flamengo

A prioridade máxima do Flamengo nesta temporada é vencer o Campeonato Brasileiro. Porém, a diretoria rubro-negra está atuando nos bastidores para organizar as finanças afim de não passar sufoco em 2021.

E mesmo com a pandemia de coronavírus, o Flamengo crê que será necessário negociar um ou mais jogadores para reforçar os cofres para manter as contas em dia. A área financeira projeta receber cerca de R$ 80 milhões para dar um ‘fôlego’ ao clube.

O Torcedores.com apurou que o jogador ‘bola da vez’ é Daniel Cabral. Em janeiro deste ano, o meia entrou na mira do Real Madrid. O clube merengue monitora o desempenho do atleta com scouts atuam no futebol brasileiro. Afinal, o jovem é considerado o ‘novo’ Casemiro.

O Flamengo acredita ser possível lucrar cerca de 10 milhões de euros (R$ 65 milhões, pela cotação atual) para negociar o atleta, que tem contrato até dezembro de 2025. Se alcançar o valor, o clube terá um superávit que permitirá uma temporada tranquila financeiramente.

Recentemente, Daniel Cabral também recebeu sondagens de clubes como o Atlético de Madrid, Internazionale, Monaco, Olympique Lyon e Porto. Porém, as conversas não foram convertidas em propostas oficiais.

Daniel Cabral não vem sendo utilizado pelo técnico Rogério Ceni no Campeonato Brasileiro. O treinador conta com Willian Arão, Gerson e João Gomes como opções para a cabeça de área. O volante de 19 anos tem apenas uma partida pelo time profissional.

Flamengo aguarda oferta árabe por Michael

Fora dos planos para 2021, Michael está com a situação indefinida no Flamengo. O atacante está na mira do Al Ain, dos Emirados Árabes. A princípio, adiretoria deseja receber 1,5 milhão de euros (R$ 10 milhões) para efetuar a operação.

Por outro lado, clube do Oriente Médio ofereceu 1,25 milhão (R$ 8,1 milhões) por um empréstimo de seis meses. Além disso, o acordo prevê a compra de 80% dos direitos econômicos do atleta por 12 milhões de euros (R$ 78 milhões) em junho de 2021.

O empresário do jogador, Eduardo Maluf, busca maior flexibilidade do Flamengo para que Michael possa dar prosseguimento à sua carreira no exterior. Vale lembrar que o clube investiu 7,5 milhões de euros (R$ 34 milhões) para tirá-lo do Goiás em 2020.

LEIA MAIS: 

Fora dos planos do Flamengo, lateral formado na base tem sondagens de clubes da Série A do Brasileiro 

On no mercado! Flamengo reforça time de futebol feminino com ex-zagueira do Palmeiras 

Leonardo Jardim no Flamengo: técnico português tem chances de ser contratado?