Milton Neves aponta grande erro da direção do Atlético: ‘Causou instabilidade’

Atlético mais uma tropeçou fora de casa e precisa agora secar os principais adversários

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgacao

O Atlético decepcionou o seu torcedor na noite da última quarta-feira. Diante do Goiás, que luta contra o rebaixamento, o Galo acabou derrotado por 1 a 0, pela 34ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time comandado por Jorge Sampaoli vê agora as chances de título diminuírem.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Apesar de uma “tabela-amiga” pela frente, o Atlético mais uma vez tropeçou atuando longe de Belo Horizonte. Para o jornalista Milton Neves, as últimas movimentações do clube no mercado da bola minaram a questão emocional dos jogadores.

“A diretoria pisou feio na bola ao fazer, no fim da semana passada, grande estardalhaço com a contratação do Hulk. E, já nesta semana, não deveria ter deixado vazar a iminente assinatura com o bom meia Nacho Fernández. Isso, é claro, causou grande instabilidade emocional no elenco atleticano, com os jogadores conversando entre si: “Será que vai sobrar para mim?”. Sem dúvida, muitos atletas importantes da equipe mineira ficaram desmotivados”, opinou Milton em seu blog no UOL Esporte.

“Custava ter mantido um “silêncio mineiro” sobre essas contratações?”, completou.

O Atlético ficou preso nos 60 e, agora, precisa secar seus concorrentes diretos. O líder Inter, por exemplo, se vencer o Athletico-PR, em Curitiba, abre oito pontos de vantagem em relação ao Galo. O vice-líder Flamengo, que recebe o Vasco, pode fechar a rodada com quatro pontos a mais que o Alvinegro.

LEIA MAIS: