Joel Santana critica ‘comportamento ridículo’ de Abel Ferreira e detona Sampaoli: “Deu sorte que não me pegou à beira do campo”

Joel Santana também relembrou polêmica com Jorge Jesus, na época que o português comandava o Flamengo

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução

Joel Santana se tornou um personagem icônico para o futebol brasileiro, e sem papas na língua e sempre com bom humor, dá declarações fortes e polêmicas. Em entrevista ao canal ‘Camisa 21’, do YouTube, o ex-treinador falou sobre a presença dos treinadores estrangeiros no Brasil e criticou a postura de alguns nomes, como Abel Ferreira, do Palmeiras, e Jorge Sampaoli, ex-Santos e Atlético-MG.

Sobre Abel Ferreira, Joel Santana criticou a postura explosiva do português e lembrou da expulsão na Supercopa do Brasil, quando o Verdão acabou ficando com o vice-campeonato para o Flamengo. “Ele teve um comportamento ridículo. Não tem que ficar nervoso. A equipe se espelha nele. Ele disse que trabalhou a mente e foi o primeiro a ser expulso. Pô, ele deu a sorte de vir para o Palmeiras. É Flamengo e Palmeiras que são os carros de frente. Tem dinheiro, torcida e time.”

Ao mencionar Jorge Sampaoli, o ex-treinador foi ainda mais ríspido. “Aquele baixinho folgado pra cacete… ele deu sorte, porque não me pegou à beira do campo. Se ele tivesse com aquela palhaçada dele… e ele é metido. Vai fazer isso no país deles. Faltou alguém falar ‘abaixa sua bola’”, comentou o ‘papai Joel’.

POLÊMICA COM JORGE JESUS:

Em 2019, Joel Santana causou polêmica ao questionar os elogios ao trabalho de Jorge Jesus no comando do Flamengo em um curto espaço de tempo. Na ocasião, o ex-treinador comentou: “o cara está aqui há três meses e já é o melhor do mundo? Você conquista oito vezes e os caras acham defeito, aí em três meses não vai achar defeito? De onde ele saiu? Da galinha dos ovos de ouro? Vamos devagar. É que brasileiro é assim. O brasileiro não dá moral ao brasileiro, o cara lá de fora vai ser sempre o melhor”, disse à época.

Agora, ao relembrar a polêmica, que teve grande repercussão, Joel Santana amenizou. “Para que eu fui falar isso, cara, me pegaram de c*** aqui no Rio. ‘Não, porque você está com inveja’, p***, eu vou ter inveja de um cara mais velho? Eu estou falando o que eu acho. Pode (trazer ele de volta), ele é um bom treinador, não tenho nada contra ele não e contra ninguém”, disse, questionando desta vez o trabalho de Hernan Crespo no São Paulo.

“Nós brasileiros temos a mania de achar que estamos sempre por baixo, nunca por cima. Agora está aí, essa doença. [Técnico] Espanhol, argentino, português, auxiliar francês. O cara esquece que nós fomos campeões do mundo do nosso jeito. O São Paulo trouxe o Crespo. Se ele vai ser bom treinador, eu não sei, mas nunca ganhou nada na vida”, afirmou, esquecendo que o comandante argentino é o atual campeão da Copa Sul-Americana com o Defensa y Justicia.

“O Jorge Jesus fez um grande trabalho no Flamengo. Aí ele cismou de voltar para Portugal e até agora está comendo o pão que o diabo amassou. Se é que o diabo dá pão”, completou.

LEIA MAIS:
Neto diz que Abel Ferreira ‘reclama de tudo’ e critica: “Será que não demos muita moral para esse cara?”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes