Roland Garros é adiado em uma semana visando presença de torcida

Roland Garros já causou diversos problemas no calendário do tênis em 2020 por decisões unilaterais. A mesma situação está começando a se repetir em 2021.

Fabrício Carvalho
Colaborador desde 2015 com matérias e artigos nas editorias Games (E-sports), Esportes Americanos, Automobilismo e Futebol.

Crédito: Divulgação

A organização oficial do Roland Garros confirmou nesta quarta-feira (7) que o Grand Slam deste ano será adiado em uma semana devido ao Covid-19.

Este adiamento foi motivado por causa de um aumento na quantidade de casos do coronavírus na França e o andamento abaixo do esperado na velocidade da vacinação.

O adiamento não causa preocupações quanto à realização do torneio, mas serve para tentar não ameaçar a liberação do público em grande capacidade, de acordo com informações do jornal francês L’Equipe (o qual adiantou a informação quanto ao adiamento).

Cabe lembrar que o Roland Garros 2020 foi adiado para setembro, em decisão unilateral tomada pela Federação Francesa de Tênis (FFT) e surpreendeu as demais instituições do esporte, incluindo a ATP/WTA, mexendo bastante no calendário do circuito mundial.

Com esta decisão da FFT em 2021, a temporada de grama já perdeu uma semana. Por enquanto, apenas duas semanas estarão separando o término de Roland Garros (saibro) com o início de Wimbledon (grama).

LEIA MAIS:

PSG derrota o Bayern com brilho de Mbappé e Neymar; assista aos gols da partida

Mercado da Bola: Santos usa saída de zagueiro para avançar em três renovações

Benítez tem numeração definida e celebra chegada ao São Paulo: “Vou usar uma camisa muito pesada”

Atacante do Defensa y Justicia aponta jogador mais perigoso do Palmeiras e revela tática para “neutralizar” o Verdão