Wrestlemania 37: evento principal terá três lutadores que quase se aposentaram

O título universal da WWE será disputado na WrestleMania 37, e contará com três lutadores com histórias de superação em suas carreiras

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/WWE

Nas noites de sábado(10) e domingo(11), acontecerá mais uma edição de um dos maiores eventos da WWE e do Pro-Wrestling mundial: WrestleMania 37.

E na noite 2, é esperado que o main-event seja pelo título universal da WWE, entre o campeão Roman Reigns e os desafiantes Edge e Daniel Bryan.

Além de serem lutadores consagrados com diversos títulos na carreira, os três também tem outra coisa em comum: histórias de superação após ‘quase’ aposentadorias.

Mas como ambos quase se aposentaram e retornaram aos ringues da WWE?

Roman Reigns – Leucemia e retorno à WWE

O ‘Big Dog’ vinha no auge de sua carreira, quando tinha este mesmo título universal em sua cintura. Até que o mesmo veio à público durante um show semanal do Monday Night RAW, anunciado que abdicaria de seu cinturão, devido à uma leucemia. Roman disse que havia tratando o problema há 11 anos, e que infelizmente a doença havia voltado. Seis meses após o momento triste, Reigns anunciou que estava em remissão, e poderia voltar aos ringues. Desde então, passou de ‘mocinho’ para ‘vilão’, e é o atual campeão universal da empresa.

Daniel Bryan – Aposentadoria temporária e só dos ringues mesmo

Daniel Bryan teve que abdicar de seu cinturão duas vezes por uma lesão no pescoço. Foram diversas cirurgias, até o momento em que decidiu interromper sua carreira. Em 2016, Bryan chegou a anunciar sua aposentadoria oficial dos ringues. Mas na verdade, o atleta jamais se afastou da WWE. Por um bom tempo, Bryan continuou aparecendo como General Manager, e cumprindo bom papel fora dos ringues. Porém, dois anos depois, conseguiu liberação médica para voltar aos ringues da WWE. A partir daí já foi campeão da WWE novamente, e agora visa mais um cinturão na carreira.

Edge – 9 longos anos e um retorno épico

Talvez essa tenha sido a ‘aposentadoria’ mais sentida de toda a história da WWE. Na WrestleMania de 2011, Edge venceria o título máximo da WWE, e logo após o evento, o ‘Rated-R’ superstar, teria grave lesão no pescoço, que não só o tiraria o cinturão, como o afastaria dos ringues. Aposentadoria? Era o que tudo indicava. Mas quase 10 anos depois, Edge voltou na Royal Rumble de 2020 em grande estilo, e agora faz parte do roster da empresa.

Edge passaria por mais uma grave lesão, mas voltaria novamente na Royal Rumble de 2021, vencendo o combate temático, e garantindo essa luta pelo título universal na WrestleMania.

E aí? Pra quem vai sua torcida na triple threat pelo título universal da WWE?

Lembrando que tudo sobre a semana da WrestleMania 37, você confere aqui no Torcedores.com

Siga o autor no Twitter/Instagram

LEIA MAIS
Jon Jones vem aí? Francis Ngannou comemora conquista de cinturão e já projeta primeira defesa

Suposta foto nua de estrela da luta norte-americana causa muita polêmica