Treinador argentino é acusado de assédio sexual e pode perder seu cargo

Comitê de Ética da Fifa recebeu denúncia de diversas jogadoras sobre ameaças e assédio de técnico atualmente empregado pela AFA

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação / Twitter

A FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol) está dando suporte a diversas jogadoras reconhecidas da Argentina. O motivo é o fato delas terem feito uma denúncia junto ao Comitê de Ética da Fifa sobre o comportamento de um técnico que se encontra trabalhando para a AFA (Associação de Futebol Argentino). As atletas apresentaram evidências que deixam claro que durante anos esse profissional utilizou seu cargo para intimidar e assediar sexualmente adolescentes de 14 anos.

Na nota publicada pela organização, é informado que tanto meninas como mulheres “foram submetidas a ameaças e comentários de natureza violenta e sexualmente explícita“. Devido a gravidade das acusações, a FIFPro fez um pedido junto à Fifa para que o treinador seja demitido imediatamente do seu cargo. A razão seria pelo fato dele ter poder e acesso sobre menores de idade. Por conta disso, é provável que o técnico atue nas categorias de base da seleção argentina.

Por hora, tanto o nome do profissional como das jogadoras segue em sigilo. Mas a associação acredita que outros casos similares de assédio tenham acontecido. Inclusive, ela informa que está oferecendo todo o apoio jurídico nessa ação coletiva. Além disso, ela incentiva que outras atletas afetadas entrem em contato,  com a garantia que sua confidencialidade será mantida.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

LEIA MAIS:

Apresentadora da Globo viraliza após comentário sobre momento do Palmeiras e torcedores elogiam “coerência”

Confira a classificação atualizada do Brasileirão Feminino após a 5ª rodada

Gabi Nunes se isola como maior artilheira do Corinthians na história do Brasileirão Feminino