Falcão apoia Havan e critica ataques ao novo patrocinador do Flamengo por dono ser amigo de Bolsonaro

Dirigente do Flamengo negou que acordo indique um posicionamento político do rubro-negro

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

O Flamengo iniciou a semana anunciando o acordo com o empresa Havan como nova patrocinadora do clube. A marca será estampada na manga da camisa do time. O contrato, no entanto, não agradou a todos e gerou muita repercussão nas redes sociais entre torcedores.

No Instagram, o ex-jogador de futsal Falcão criticou os ataques ao novo patrocinador do clube carioca. As críticas recebidas pelo Flamengo são pelo fato do dono da Havan, Luciano Hang, ser um grande apoiador do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em uma postagem onde mostrava a foto de uma matéria do Uol Esporte que criticava o acordo, publicada na página do Instagram ‘Fui Clear’, Falcão escreveu:

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“O cara gera milhares de empregos, o cara apoia o esporte, o cara coloca comida na boca de milhares de famílias e se apegam nisso”, escreveu ele.

Reprodução/Instagram

Após a repercussão do acerto entre a empresa e o clube, o vice-presidente geral e do departamento jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, usou o Twitter para negar qualquer posicionamento político do clube.

“O Flamengo não se envolve em política. Alguns poucos é que metem o Flamengo nisso, para extravasar suas predileções políticas. Para o Clube o que importa é pagar as contas e salários em dia e, claro, conquistar muitos títulos. Fla seguirá apolítico e querendo vencer mais e mais”, escreveu.

LEIA MAIS: