Fernando Diniz explica ausência de Marinho no Equador: “Risco de lesão”

Fernando Diniz afirmou que Marinho possui risco sério de lesão e por isso será poupado no confronto decisivo na Libertadores.

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Divulgação/Santos

Fernando Diniz falou em entrevista coletiva nesta terça-feira (25), o motivo de não ter levado Marinho junto à delegação que viajou para o jogo decisivo na Conmebol Libertadores no Equador.

O treinador explicou que Marinho está sob risco de uma nova lesão muscular e por isso será preservado para evitar que a situação se agrave.

Marinho segue recuperando-se de uma lesão na coxa, mas ainda precisa recuperar o condicionamento físico nos próximos dias para ter condições de jogo novamente.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Por isso, Ângulo será novamente titular no Santos para esta quarta-feira (25) diante do Barcelona de Guayaquil. Para se classificar, o Peixe precisa vencer o o jogo e torcer para o The Strongest pelo menos empatar contra o Boca Juniors.

Escalação provável (4-3-3): João Paulo, Pará, Kaiky, Luan Peres, Felipe Jonatan; Vinicius Balieiro, Kevin Malthus (Ivonei), Gabriel Pirani; Ângelo, Kaio Jorge,  Lucas Braga.

As palavras de Fernando Diniz

“O Marinho, desde minha chegada, vem se empenhando muito no tratamento, nos treinamentos. Está cada vez melhor. Em breve vai estar nos ajudando. Tem treinado continuamente, tratado, e foi melhor ainda resguardá-lo nesse momento porque existe um risco iminente de lesão”

LEIA MAIS