Ramírez explica ausência de Cuesta, cita “agressão” de Rafinha e diz que Ferreira provocou: “Virou para o nosso banco”

Confira mais detalhes da coletiva de imprensa do técnico Miguel Ángel Ramírez neste domingo

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/YouTube

A ausência de Víctor Cuesta por questões físicas e as reclamações a respeito das posturas dos gremistas Rafinha e Ferreira deram o tom da coletiva do técnico colorado Miguel Ángel Ramírez. Após o vice-campeonato gaúcho neste domingo, em empate em 1×1 inútil na Arena do Grêmio, estas foram as principais falas do treinador colorado:

Cuesta fora

“Cuesta jogou com infiltração no Paraguai, estava com dores. Não podia repetir isso contra o Grêmio. Não poderíamos perdê-lo para muitos meses. Não queria isso”

Atitudes de Rafinha e Ferreira

“Nenhum dos meus jogadores começou confusão. Rafinha agrediu o Yuri. Depois Ferreira gritou para o nosso banco. Eu quero que minha equipe seja superior no jogo, não na briga e na lábia. Não gosto disso”

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Desgaste físico

“Não perdemos o título pelo desgaste físico. Sei que isso serve para todos os times. Mas preciamos sentar em uma mesa para resolver o calendário ou a saúde dos jogadores vai para..”

Críticas da imprensa

“Sei como se lida no país, como atua a imprensa no Sul. Sei como eram os outros técnicos que vieram aqui. Coudet era líder do Brasileiro, classificado nas outras competições e levava críticas. Abel com um começo irregular também”

LEIA MAIS:

Douglas Costa responde torcedor do Grêmio que mandou “aprender com Taison” sobre retornar ao Brasil

Maicon se irrita e ironiza suposta informação sobre os três salários mais altos do Grêmio: “Quanta besteira falam”

Siga o autor:

No Instagram

No YouTube