Edenilson cita expulsões, fala em “limpa” no clube e desabafa sobre fase do Inter: “Está uma m…, mas ninguém quer isso”

Volante colorado Edenilson soltou o verbo em resposta à página Interligados SCI no Instagram

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Divulgação/Inter

No dia seguinte à traumática eliminação para o Vitória na Copa do Brasil, dentro do Beira-Rio, em derrota pelo placar de 3×1, o volante Edenilson escreveu um longo desabafo no Instagram sobre a fase vivida pelo Inter. A resposta foi dada em cima de uma postagem da página Interligados SCI, que repostou a entrevista do próprio meia ao SporTV pós-jogo.

No comentário, o camisa 8 colorado lembrou das duas expulsões seguidas do zagueiro Pedro Henrique, saindo em sua defesa, além de admitir que a situação do clube está uma “m…”, mas que “ninguém” quer estar assim. Ele ainda fala em fazer “limpa” se for “para o bem” do clube:

“Pq não coloca a pergunta que era sobre um menino que foi expulso duas vezes em DUAS DERROTAS ? Pq quando ninguém fala reclamam ? e quando alguém fala(alguns) distorcem o que foi falado ?! Ta uma m… ? Tá. Mas tá pra todo mundo… e outra se tiver que treinar manha tarde e noite pra melhorar nos iremos fazer pq ninguém quer ficar nessa situação, se pro bem do clube tiver que fazer uma limpa também, nos queremos o bem do clube e independente do que disserem vou fazer de tudo pra ajudar estando bem ou mal fisicamente tecnicamente !”, escreveu o jogador nos comentários do post abaixo:

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

O que disse Edenilson depois do jogo?

Primeiro jogador do Inter a falar depois da derrota, Edenilson disse exatamente essas palavras na saída de campo depois da queda para o time baiano:

“Difícil explicar. A gente tem que baixar a cabeça, trabalhar, ver o que está errado, corrigir, porque, com todo respeito ao Vitória, acredito que o planejamento do clube era outro. Deixamos a desejar. Temos que assumir as responsabilidades. Tanto os mais jovens como os mais velhos, a gente já tem uma carreira. Lógico que é difícil falar, mas… É dar suporte aos mais jovens para que trabalhem, cresçam. A gente está crescendo na base da derrota, mas importante é trabalhar”, declarou.

Tentando contornar uma grave crise, o Inter, de Edenilson, volta a campo no domingo, 20h30, diante do Bahia, fora de casa, pelo Brasileirão.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS:

Matheus Henrique relembra provocação de Galhardo e solta palavrões em resposta ao rival: “Cheirinho é o meu…”

Rafinha estranha expulsão e cutuca Inter após título do Grêmio: “Me tirar do jogo conseguiram, o título não”

Siga o autor:

No Instagram

No YouTube