Torcedores – Notícias Esportivas

Eurocopa: Seleção pede a Uefa punição para jogador que comemorou gol de forma preconceituosa

Arnautovic extrapola em comemoração e é acusado de racismo; jogador se defende

Gabriel Mineiro
Colaborador do Torcedores

Crédito: Instagram/ffmacedonia

Neste domingo (13), o jogo entre Áustria e Macedônia do Norte marcou a primeira vitória dos austríacos na história da Eurocopa. O jogo que era tido como o mais fácil da fase de grupos, rendeu mais dificuldades do que se era esperado pelos austríacos. Após passar grandes percalços para furar a defesa adversária, o jogo terminou em 3×1 para a seleção do lendário Hugo Meisl.

Entretanto,  o grande feito da seleção na Eurocopa não foi o que chamou a atenção, mas sim a comemoração do jogador Marko Arnautovic ao marcar o terceiro gol. Filho de pai sérvio, o jogador dirigiu ofensas à minoria albanesa, que declarou sua independência da Sérvia em 2008. Fato que gera conflitos entre as nações até hoje.

Na Sérvia  corre a notícia de que Arnautovic disse a palavra ‘shiptar’, expressão depreciativa sobre o povo albânes. Vale ressaltar que nenhuma câmera flagrou o jogador proferindo essa palavra. O que de fato a câmera flagrou, foi o jogador fazendo o gesto de ‘ok’ com as mãos, gesto qual é marco da supremacia branca, ou seja, um gesto racista.

Esse ocorrido fez a Federação de Futebol da Macedônia emitir uma nota contra a atitude do jogador, e comunicar que solicitou à UEFA uma punição mais severa ao jogador. Confira abaixo um trecho desta nota:

 

‘A Federação da Macedônia de Futebol condena veementemente a explosão nacionalista do representante austríaco Marko Arnautovic, após um gol marcado na partida de ontem contra a Macedônia, dirigido ao representante da Macedônia, Ezdjan Alioski.

 Ao mesmo tempo, informamos que enviamos uma carta oficial à Uefa exigindo a punição mais severa para o representante austríaco, Marko Arnautovic. Como ‘Casa do Futebol’, somos sempre contra o nacionalismo, a discriminação e todas as outras formas de insultos e explosões que não estão no espírito do futebol e nos valores que todos defendemos.

 Estaremos sempre de pé e defenderemos os interesses e a dignidade dos jogadores da seleção macedônia,onde quer que joguem’

 

O jogador se defendeu em suas redes sociais. Entre outras falas, Arnautovic afirmou não ser racista, ser a favor da diversidade e também diz que tem amigos em quase todos os países do mundo.

 

VEJA TAMBÉM

Real Madrid de olho em atacante do Chelsea

Edílson comenta exclusão em mosaico da torcida do Palmeiras e diz que nada apaga a história: “Ser corintiano foi uma opção”

James Rodríguez sobre voltar ao Real Madrid: “Estamos vendo”

Lewandowski quer deixar o Bayern e o destino deve ser o Real Madrid

 

TUDO O QUE ACONTECE NO INTERNACIONAL