Abel Ferreira se irrita com a imprensa: “Devíamos falar mais sobre o jogo”

Abel Ferreira não escondeu a irritação após a vitória do Palmeiras diante da Univerisad Católica com as perguntas dos jornalistas na coletiva de imprensa

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Foto: Mauro Horita / Staff Conmebol

Mesmo com a vitória por 1 a 0 e a classificação para as quartas de final da Conmebol Libertadores diante da Universidad Católica, o técnico Abel Ferreira demonstrou irritação com a imprensa mais uma vez.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em entrevista pós-jogo realizada no Allianz Parque nesta quarta-feira (21), o técnico do Palmeiras ficou incomodado com a falta de perguntas sobre o jogo em si.

De acordo com o técnico, surgiram diversas perguntas no pós-jogo falando sobre demais situações. Abel reclamou afirmando que nas derrotas as perguntas sobre suas escolhas dentro de campo são mais frequentes.

Além disso, o técnico palmeirense ressaltou a importância de Danilo no elenco, a sequência atual de vitórias consecutivas e a falta de tempo para treinar seu elenco, em mais uma crítica ao calendário do futebol brasileiro.

Aspas de Abel Ferreira, técnico do Palmeiras

Sobre atuação de Renan:  “Sugeri o Renan, que fez uma grande partida. É isso que temos que valorizar. Não sei se vai ser Jorge, Manoel ou Joaquim. Sei que os meus jogadores estão comprometidos com a equipe. É confiar nos que temos. Se vem ou não, vamos ver.”

Sobre atuação de Danilo: “Me impressiona a maturidade. É mais um da base que, quando chegamos, não jogava. Ele e Zé fazem um bom casamento. Danilo tem melhorado, ouve muito e é muito focado. O que eu quero é que ele não saia. Fica aí para a nossa diretoria.”

Abel ressalta sequência de vitórias:  “A experiência diz que o futebol é de altos e baixos. Temos que continuar focados. Desde que cheguei ao Brasil, aprendi muito. Hoje sou o melhor, amanhã o pior. Não vamos ganhar sempre. O Palmeiras tem que jogar sempre para ganhar.

Agora são 24 horas para recuperar para o jogo contra o Fluminense. É o foco agora. Aqui não conseguimos desfrutar das vitórias porque logo a seguir temos outro jogo. Depois teremos tempo.”

Abel criticando a imprensa: “Ninguém perguntou, mas tenho que dar os parabéns pela exibição do Palmeiras. Deveríamos falar mais do jogo. As perguntas não fala do jogo. Vocês me criticam, e bem, quando faço asneiras, mas eu pergunto: alguém viu o jogo de hoje? Jogo sério, seguro e eficaz.”

LEIA MAIS