Olimpíadas: por erro, nadadores poloneses voltam de Tóquio antes mesmo do início dos Jogos

Federação de natação inscreveu seis nadadores a mais do que o permitido e atletas poloneses tiveram de voltar para casa

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Alicja Tchorz/Getty Images

Já imaginou ser impedido de participar de uma Olimpíada por causa de um erro administrativo? Pois é, esse pesadelo aconteceu com seis nadadores poloneses. Alicja Tchorz, Bartosz Piszczorowicz, Aleksandra Polanska, Mateusz Chowaniec, Dominika Kossakowska e Jan Holub estavam em Tóquio e tiveram de voltar para a Polônia nesta terça-feira (20), antes mesmo da abertura dos Jogos.

O motivo? Um erro grotesco da FZP (Federação Polonesa de Natação), que simplesmente inscreveu mais atletas do que poderia. Em comunicado, a entidade reconheceu o erro mas esclareceu que só foi informada da rejeição dos seis nadadores poloneses na última quarta-feira (14), quando a delegação já havia embarcado no Japão.

Ao chegarem em Tóquio sem a participação garantida nos jogos, os atletas tiveram que pegar o primeiro voo disponível e retornar, já que a cidade e todo o país asiático se encontra em severas restrições devido ao aumento nos casos de Covid-19 na população.

Dos seis nadadores poloneses, dois se manifestaram de maneira mais contundente. Em seu Instagram, Mateusz Chowaniec escreveu que espera “acordar deste pesadelo”, além de lamentar a “situação absurda”. No Facebook, Alicja Tchorz falou que o resultado de sua “dedicação de cinco anos” é um “fiasco total” e que teve seus “sonhos negados”.

Todos os seis nadadores poloneses fariam parte de provas de revezamento. Agora com 17 atletas a menos, a delegação polonesa cai nas águas pela primeira vez no sábado (24), com a primeira prova acontecendo as 07h, no horário de Brasília.

LEIA MAIS

Olimpíada de Tóquio: craque da Holanda, adversária do Brasil, é cortada por lesão

Olimpíada de Tóquio: Italo Ferreira e Gabriel Medina fazem primeiro treino no Japão

Olimpíada de Tóquio: especialista diz que número de casos de Covid-19 está dentro do esperado

Olimpíada de Tóquio: com Covid, pivô de basquete dos EUA está fora dos Jogos