Olimpíada de Tóquio: com Covid-19, pivô de basquete dos EUA está fora dos Jogos

Katie Lou Samuelson, do basquete 3×3 dos Estados Unidos, comunicou por rede social de sua infecção da Covid-19 e da ausência de Tóquio

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Mike Ehrmann/Getty Images

O time dos EUA para a Olimpíada de Tóquio tem sido, surpreendentemente, uma das mais desfalcadas nos últimos dias antes da abertura dos Jogos, marcada para sexta-feira (23). Mais ainda a delegação de basquete, que nesta segunda-feira (19), teve a confirmação de mais um corte, o da pivô Katie Lou Samuelson, do basquete 3×3 feminino.

Katie, que atua no Seattle Storm, da WNBA — e portanto do basquete “normal” —, comunicou sua ausência da edição de 2020 das Olimpíadas pela sua conta pessoal no Instagram. A partir de uma imagem com texto digitado e sua assinatura digitalizada, a jogadora se disse de “coração partido”. Veja:

-“Eu estou arrasada de ter que compartilhar que, depois de pegar Covid-19, eu não vou poder competir em Tóquio. Competir nas Olimpíadas é meu sonho desde que eu era uma garotinha e eu espero voltar para realizá-lo em breve. Eu estou de coração partido porque eu estou completamente vacinada e tomei todos os cuidados, mas eu sei que tudo vai seguir seu curso como deve acontecer. Eu desejo tudo de bom para minhas companheiras de times, que elas arrasem lá. Eu vou estar torcendo por vocês em todos os momentos”, disse Katie.

O corte da pivô é o terceiro problema do USAB, a delegação olímpica de basquete dos EUA, relacionado com o Coronavírus. Antes dela, Bradley Beal e Jerami Grant, atletas da NBA — de Washington Wizards e Detroit Pistons, respectivamente — entraram no chamado “protocolo para a Covid-19” e isolados. O primeiro foi cortado, enquanto o segundo foi afastado e tem a participação incerta na Olimpíada de Tóquio.

LEIA MAIS

Olimpíadas de Tóquio: Mais um atleta testa positivo para coronavírus na Vila Olímpica

Olimpíada de Tóquio: Voo com pranchas atrasa e surfistas ficam sem ter como treinar

Olimpíada de Tóquio: após doping, Brasil tira atleta de lista da disputa

Confira as seleções com maiores chances de medalha de ouro no futebol feminino