Polícia avalia prisão de jogadores do Boca Juniors em BH: veja detalhes

Boca Juniors pode voltar para a Argentina sem alguns jogadores, pois a polícia avalia prender integrantes da equipe após briga no pós-jogo contra o Atlético

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Reprodução/ESPN

A Polícia de Belo Horizonte está avaliando prender jogadores do Boca Juniors na noite desta terça-feira (20) após confusão no Mineirão.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Depois do apito final, uma briga generalizada entre jogadores do Atlético-MG e do Boca Juniors tomaram conta dos vestiários de ambas equipes.

Algumas imagens foram mostradas ao vivo para televisões do mundo inteiro nos túneis logo após o término da cobrança de pênaltis, com vitória do Atlético-MG.

Porém, imagens que surgiram na internet alguns minutos depois mostram que a confusão foi ainda maior, principalmente envolvendo jogadores argentinos, arbitragem e diretoria do Galo, incluindo o presidente Sergio Coelho.

Jogadores do Boca desrespeitaram policiais

Jogadores do Boca Juniors estão sendo investigados pela polícia de BH por agressão e vandalismo, pois diversas partes internas do Mineirão registraram danos após a revolta dos argentinos.

Seguranças ouvidos pela reportagem da ESPN afirmaram que alguns jogadores entraram em confronto as autoridades policiais e até cuspiram em seguranças particulares.

O clima foi quente dentro de campo principalmente no segundo tempo, após o VAR ser chamado para anular o gol marcado pelos argentinos, onde foi apontado impedimento.

LEIA MAIS